Categorias
Blog

MNM 11: As 10 Melhores Ferramentas para Produzir Conteúdo

Você pode conferir o Webinar As 10 Melhores Ferramentas para Produzir Conteúdo dentro da página Consultoria na área de membros do Vitamina Publicitária.

E para você que está acompanhando nossos conteúdos via podcast, publicamos aqui o áudio deste webinar. Junte-se a Michele Garbin e Daniel Z. Chohfi para a aula As 10 Melhores Ferramentas para Produzir Conteúdo e aprenda:

  • As melhores ferramentas de mídias sociais
  • Como criar artes fantásticas sem ser designer
  • A forma mais simples de criar um site de alta qualidade
  • A melhor forma de criar um site de alta qualidade
  • As melhores ferramentas de e-mail marketing
  • Qual é o melhor e-mail do mercado
  • E mais ferramentas que se você não usa, deveria…

Ouça o Podcast Mídia, Não Marketing, abaixo…

[player]

Notas do Show:

Transcrição

DANIEL: Hoje nós iremos falar sobre atrair, fidelizar e vender pela internet, como comunicar melhor e quais são as ferramentas que podem ajudar você designer freelancer e criativo empreendedor e por que que nós consideramos elas as melhores. Vamos falar também um pouco de sobre como usá-las, mas algo bem por cima, é mais para falarmos quais são e por que que nós consideramos elas as melhores e como que elas podem ajudar você.

Você está no lugar certo se você já sabe que conteúdo é rei, mas não tem ideia de como começar a produzir conteúdo, você já sabe como produzir conteúdo, mas não sabe como divulgar ou você quer saber como usar as principais estratégias de redação para produção de conteúdo, você quer saber como criar conteúdo viral para as redes sociais, você quer produzir conteúdo engajador e você quer saber quais são as ferramentas usadas para produzir conteúdo e divulgar esse conteúdo, seja nas redes sociais, seja por e-mail marketing.

Hoje nós vamos fazer essa revisão geral do webinar anterior e vamos falar sobre as 10 melhores ferramentas, ferramentas para websites, ferramentas para e-mail marketing, design e mídias sociais.

Se você já é um aluno do curso Redação Publicitária com Foco em Produção de Conteúdo, essa é só mais uma aula adicional onde nós falaremos sobre ferramentas, que é algo que nós não vamos muito a fundo no curso. Se você ainda não é aluno do curso, fica até o final, porque vai ter uma supressa sobre o curso. Vale a pena ficar até o final.

A minha jornada, – rapidamente aqui, para quem ainda não me conhece -, eu sempre gostei de desenhar e escrever, trabalhei com produtos no Mercado Livre, fui vendedor de roupas, curso de inglês, assistente de marketing. Com 19 anos eu abri a minha primeira agência de marketing digital, não conseguia fazer a empresa decolar. Comprei o Vitamina Publicitária de um colega da faculdade, aí eu entendi o que era marketing de conteúdo. Já conhecia bastante de tecnologia, meu irmão é cientista da computação, meu pai sempre trabalhou com software, tecnologia veio de casa.

E eu, por estar na faculdade, – quando eu comprei o Vitamina acho que eu até já tinha terminado -, eu entendia bastante da área de comunicação, propaganda e marketing, mas eu não entendia do meio da coisa, que é o que gruda tudo, que é o conteúdo. E com o Vitamina eu comecei a entender o que era marketing de conteúdo, comecei a trabalhar no mercado de afiliado, conteúdo, e os meus clientes começaram a decolar com marketing de conteúdo, não foi efetivamente com a tecnologia ou com a comunicação, mas foi sim com o conteúdo.

E quando você junta tudo isso, a mágica começa a acontecer. A sua jornada, você que está aqui nos assistindo hoje, ela provavelmente é que você é um produtor de conteúdo, como um profissional de comunicação, um redator, um profissional de mídia social, um blogueiro, um empreendedor, ou você já produz ou você quer produzir conteúdo. Se a sua meta é saber qual conteúdo produzir, como produzir, como divulgar, você está no lugar certo. Se o seu obstáculo é entender o que que a sua audiência quer ouvir, construir uma audiência, produzir conteúdo relevante, vender e saber quais são as ferramentas necessárias, a Michele e eu estamos aqui para ajudar você.

Vitamina Publicitária, quem que somos nós para poder falar de produção de conteúdo? Nós temos cerca de 250 mil seguidores nas mídias sociais, uma comunidade muito bacana, são mais de 60 mil acessos por mês, mais de três mil alunos, 1700 artigos publicados, vamos fazer esse ano sete anos de história no Vitamina Publicitária. Nós temos reconhecimento como formadores de opinião, nós somos considerados pela HubSpot como um dos melhores blogs de marketing do Brasil. E publicações com centenas de milhares de compartilhamentos e comentários nas redes sociais. Nós temos algum gabarito para poder falar disso. E hoje é uma aula básica aqui para nós revisarmos o que nós já falamos, que você pode acessar o Vitamina Publicitária e conferir o primeiro webinar, e nós vamos falar sobre ferramentas.

Vamos fazer agora uma revisão de como planejar e produzir melhores conteúdos, que foi o webinar que nós tivemos há duas semanas atrás. Vamos lá, Michele?

MICHELE: Vamos lá. Pessoal, no nosso primeiro webinar nós trabalhamos muito sobre a produção de conteúdo. Por que que eu tenho que produzir conteúdo? Nós ouvimos muito que o conteúdo é rei. Conteúdo é rei porque nós não temos mais um produto, uma visão centrada no produto.

O meu produto é bom, meu produto oferece vários benefícios, o meu produto oferece vantagens. Isso não é mais o foco, por quê? Porque nós passamos de ter um foco do produto para um foco no consumidor. Hoje ele é o centro das atenções, hoje ele é o responsável por ditar a quais passos a sua estratégia vai andar. Você tem que estar preocupado exatamente com ele. Nós temos que entender que nós vamos ressaltar, vamos trabalhar, vamos oferecer perguntas, vamos oferecer principalmente respostas para os anseios, para os desejos, para as necessidades, para os desafios do seu consumidor. Hoje ele é o centro de tudo. O seu produto, ele só existe porque ele vai solucionar um problema, um desafio, enfim, do seu consumidor. Hoje o foco é o consumidor.

E é produzindo conteúdo que nós vamos conseguir atingir, atrair, fidelizar, estabelecer um relacionamento, principalmente baseado na confiança com esse consumidor. O conteúdo é que vai fazer isso. É ele que vai permitir que o teu consumidor potencial encontre a tua empresa, o teu produto, enfim, e é ele também o responsável por oferecer as respostas que o consumidor precisa. Mediante essa centrificação, vamos dizer assim, da tua persona, do teu potencial cliente, quando você entender que ele é a razão de existir, tudo vai dar certo. É a produção de conteúdo.

DANIEL: Tudo fica mais fácil, não é?

MICHELE: Exatamente.

DANIEL: A Michele falou uma palavra muito importante, que é “permissão.” O Seth Godin, que é um autor de dezenas de best sellers nos Estados Unidos e tem vários livros traduzidos aqui para o português, ele escreveu um livro chamado Marketing de Permissão. Não tenho nem certeza se tem a tradução o Marketing de Permissão em português, chama Permission Marketing.

MICHELE: Não tem.

DANIEL: Não tem, não é? É só em inglês. Mas é um livro mandatório, é um livro essencial para qualquer um que quer produzir conteúdo hoje e entender a base. Permissão é tudo.

Oque nós falamos aqui na internet. A internet e a produção de conteúdo na internet, ela possibilita com que nós peçamos a permissão das pessoas para começar a se comunicar. Como que normalmente nós fazemos isso? É dando a possibilidade da pessoa se inscrever para receber comunicações via e-mail. E aí com a permissão, que nós chamamos opt-in, inclusive, a Associação Brasileira de Marketing Direto, ela deixa como obrigatório que você peça essa permissão. Se você não pedir essa permissão, envia e-mail para alguém, isso é caracterizado como um spam, é ilegal, não é legal fazer isso. A partir do momento que você dá permissão, que a pessoa te dá permissão para você entrar em contato com ela, tudo fica mais fácil, a comunicação fica mais gostosa, mais saudável e tem um retorno muito melhor.

Quem gosta de propaganda é publicitário, somos nós que gostamos de produzir conteúdo, que já trabalhamos com isso, gostamos de bons exemplos. As pessoas não querem propaganda, as pessoas querem conteúdo, elas querem entretenimento, e se nós formos um pouco mais além, as pessoas querem drama. É por isso que entretenimento funciona muito bem. Um pouquinho mais para frente nós vamos até falar sobre como que o rádio ajudou a Procter & Gamble há 80 anos atrás.

Como a Michele estava falando, a mudança que nós temos hoje da visão dos negócios e dos produtos e das comunicações. Como que elas eram antigamente? Centradas em um produto e hoje elas estão centradas no consumidor. A Michele já falou, já deu uma boa de um resumo, e tem esse outro slide que explica um pouquinho também.

Antigamente, a estratégia era criar o melhor produto, uma cultura de melhores produtos e processos de desenvolvimento de novos produtos e melhores produtos. Hoje nós mudamos para uma estratégia de resolver os problemas dos consumidores, uma cultura de entender as necessidades e engajar com esses consumidores, processos de ganhar insights, de ganhar inteligência sobre esses consumidores, gerenciar experiências, um processo muito mais significativo para quem mais interessa em todo esse processo, em tudo isso, que é o cliente. Sem cliente, não existe empresa, sem cliente não existe negócio, sem cliente não existe financeiro, não existe transporte, não existe departamento fiscal, contábil, sem cliente não tem nada, é cliente em primeiro lugar, pode até ser a frase de dono de padaria, mas, de uma certa forma, é verdade. O cliente é essencial.

E o que que a internet pode fazer por você hoje? Uma breve história. Na década de 30 a Procter & Gamble não conseguia mais atingir as donas de casa para vender sabão e eles criaram um programa de rádio, um merchandising básico, que nós vemos hoje na televisão toda hora, no meio de uma novela você vê um produto, no meio de um programa de entretenimento você vê um produto, isso leva as pessoas a comprarem aquele produto. Foi assim que a Procter & Gamble criou a Soup Opera, que traduzida literalmente para o português, é Ópera de Sabão, em português é novela. Foi assim que a Procter & Gamble criou as novelas, que hoje é um dos maiores mercados de televisão do mundo.

Se isso foi feito há 80 anos atrás, imagina o que a internet não pode fazer por você hoje. Mas para isso é necessário publicar conteúdo, é necessário dar a cara para bater efetivamente com o conteúdo.

Michele, nos explica um pouquinho o que que é a buyer persona e por que ela é tão importante.

MICHELE: Como o Daniel disse, todo negócio, toda empresa, toda instituição, ela só existe e só tem sentido de existir se ela tiver alguém para satisfazer os desejos e as necessidades desse alguém. Esse alguém é exatamente a tua buyer persona. É o teu cliente ideal, é a pessoa que mais vai ter uma experiência completa e mais que satisfatória, que supere as expectativas dos seus serviços, dos seus produtos, enfim, da razão de existir da sua empresa. A buyer persona é o cliente ideal.

Para quem ainda está iniciando no ramo e ainda está definindo as estratégias e o posicionamento da sua empresa, definir a buyer persona não é fácil, mas é necessário. Porque você só vai conseguir vender o seu produto se você souber para quem que você quer vender, quem que é a pessoa essencial, “perfeita” aqui, ideal, para comprar o teu produto ou o teu serviço.

Há um tempo atrás, se você conversasse com um consultor de marketing, por exemplo, ele ia te dizer que você tinha que saber idade, sexo, localização geográfica, e aí você conseguiria definir qual é a tua persona. Hoje isso é muito superficial, isso é a ponta do iceberg. Hoje nós precisamos ir muito além desses dados que eu citei. Você precisa entender como que essa pessoa se comunica, como que essa pessoa interage, o que essa pessoa faz, quais são os hobbies dela, o que ela gosta de fazer, o que ela não gosta, o que ela procura, quais são os desafios do dia a dia dela. Por quê? Porque de posse de todas essas informações, que aí nós vamos voltar para o item anterior, que você vai produzir o conteúdo certo, o conteúdo relevante, o conteúdo ideal para atingir essa buyer persona.

Como vocês podem ver, tudo está interligado, tudo está junto, uma coisa depende da outra, são passos que são dados às vezes simultaneamente em uma estratégia.

Para quem já tem um negócio e vem dizer

“tá, mas eu já tenho o meu negócio, que eu vou fazer agora?”

você tem mais informações do que você pensa, por quê? Porque você já tem um público que consome o teu produto ou o teu serviço. Isso se torna mais fácil. Você consegue, a partir dos clientes que você tem, definir qual é o perfil dessa tua buyer persona. Quem é a pessoa ideal? Quem é o teu cliente ideal? Para você conseguir definir ainda mais o seu nicho de mercado, para otimizar a venda das tuas soluções, dos teus produtos.

DANIEL: Perfeito, Michele. Se surgir alguma pergunta que você achar cabível nós fazermos, você pode me interromper aqui, nós respondemos. E no final nós também iremos responder as perguntas que estiverem aqui, tá, pessoal? Você que está nos assistindo, se tiver perguntas, pode perguntar aqui, tanto no chat, quanto na parte de perguntas e respostas aqui.

A Michele deu essa visão geral da buyer persona. Nós também usamos o mapa de empatia, eu particularmente prefiro até usar mais o mapa de empatia do que a buyer persona, são duas ferramentas que se complementam, como também podem complementar um planejamento de marketing padrão, que nem eu estudei em toda a minha faculdade, que nem eu apliquei muito para vários clientes. Mas hoje o que realmente funciona na prática é você publicar conteúdo, ter o hábito de publicar conteúdo, agregar valor para uma audiência, conquistar a confiança dessas pessoas. E quando você tem confiança, é muito mais fácil de você vender, fidelizar e agregar valor para essas pessoas. Um planejamento básico de conteúdo que nós temos aqui é: você trabalhar o mapa de empatia, a persona, entender a sua audiência.

Michele, você gostaria de dar continuidade aqui?

MICHELE: Pode ser. Nesse mapa de empatia, que até tratamos muito bem no primeiro webinar, você consegue entender melhor como é o comportamento, você consegue definir a sua persona, você consegue compreender a sua audiência, você não só a conhece, você a entende, você sabe do que ela precisa. E você precisa de um conteúdo de fundação.

O que o seu cliente precisa para fazer negócio com você? O que ele precisa saber? O que eu tenho que formar para ele para começar a construir esse relacionamento de confiança e de permissividade? Aí você consegue entender, depois desse conteúdo básico, – que é um conteúdo que vai alavancar a tua estratégia -, você consegue ir além, você vai profundar alguns temas, vai descobrir novos temas, você vai realmente trazer o conteúdo, o nível de conteúdo, a linguagem do conteúdo, a quantidade de conteúdo e os assuntos para você tratar nessa sua produção. Um passo está interligado ao outro.

Se você tem uma definição de persona com base em um mapa de empatia definido, claro, se você tem um conteúdo de abordagem definido e que esteja de acordo com a persona que você estudou, e aí você vai aprofundar esse conteúdo e você tem uma série de temas, você está pronto para produzir esse conteúdo, para publicar esse conteúdo, certo? E depois que você deu esse primeiro passo, muito mais importante do que dar esse primeiro passo é ir além dele. Você tem que estabelecer um cronograma, você tem que criar esse hábito de publicar, ele tem que ser parte do teu dia a dia, falando de uma pessoa física, tão importante quanto escovar os dentes, uma pessoa física, é produzir conteúdo de qualidade com frequência, para uma pessoa jurídica, para uma empresa, certo? Daniel, nós recebemos um questionamento agora, “existe algum questionário padrão para definir persona?”.

DANIEL: Inclusive, você pode mandar, a pessoa que pergunta ou qualquer um que queira aqui, modelos. Você pode entrar em contato conosco, pode mandar um e-mail para o [email protected] ou [email protected] e nós respondemos com um Power Point bem padrão para você responder as perguntas básicas de uma persona, que normalmente são:

  • quais são as metas dessa pessoa?
  • Quais são os obstáculos que ela passa?
  • Quais são as dores que ela tem?

E aí, enfim, existe todo um planejamento que pode ser feito, mas são perguntas básicas, mas são as perguntas certas.

E foi como a Michele falou, é você entender isso, é importante fazer esse planejamento, mas também é essencial começar. E é preciso coragem, não é fácil apertar o botão “publicar”. Não é fácil. Quando você aperta o botão “publicar” significa que você está saindo da sua zona de conforto ou você está dando a cara para bater e é aí que a maioria das pessoas travam.

Hoje eu estava lendo um artigo do Chris Lema, que é uma figurinha carimbada aí no mundo do WordPress, que é um dos softwares que nós vamos falar aqui hoje, e ele estava comentando sobre cinco motivos por que você pode ainda não ter lançado o seu produto. Medo, normalmente é medo, nós temos medo de como que as pessoas vão reagir. E quando eu falo “lançar o seu produto”, também estou falando lançar o seu conteúdo, seja ele um artigo de blog, seja ele um livro, um e-book, um podcast, um vídeo no Youtube, um post na sua fanpage, um e-mail, uma newsletter. Pode ser medo, pode ser perfeccionismo, nós vamos deixando perfeito, perfeito, perfeito e isso é mais uma forma de procrastinação, perfeccionismo, é exatamente você deixar e ir enrolando.

MICHELE: Daniel, nós recebemos uma outra dúvida aqui.

“Na produção de conteúdo a imagem equivale a quanto do total de 100% de uma qualidade?”.

Nós falamos muito disso no curso. O Redação Publicitária Com Foco em Produção de Conteúdo, ele traz. Na verdade, aliar esses elementos é que faz uma estratégia de sucesso, não é só o conteúdo, não é só imagem.

DANIEL: Exatamente. No webinar anterior, nós falamos aqui dos pontos principais para um artigo de blog, para um post de blog, e todos os pontos são essenciais, não adianta só uma imagem excelente e um texto pobre ou um texto excelente, sem o apelo visual, um texto excelente sem estar bem diagramado. Todos os pontos, eles agregam valor. E aquela receita de bolo, você não pode botar muito fermento, é tudo na medida certa. Como a Michele comentou, o curso vai bem mais além.

O primeiro webinar que nós fizemos também explica os pontos principais, o Vitamina tem bastante conteúdo em relação a isso. Vamos já entrar nas ferramentas.

Nós já estamos dando aqui 25 minutos que nós iniciamos. Vamos pegar as ferramentas, que vai dar para entender um pouquinho mais a fundo sobre como essas coisas vão se encaixando. Vamos lá.

As 10 melhores ferramentas para produzir conteúdo. Não significa que são as 10 melhores para todo mundo, cada empresa, cada negócio vai ter as suas ferramentas ideais, depende muito da sua necessidade. O que nós dizemos é o seguinte: vamos lá, nós vamos falar sobre essas ferramentas aqui hoje, pessoal. Nós vamos falar sobre:

  1. Rainmaker Platform
  2. WordPress
  3. Google Apps
  4. Mailchimp
  5. AWeber
  6. Goodbits
  7. Canva
  8. Snappa
  9. Buffer
  10. SproutSocial

Vamos lá.

Mais do que as ferramentas, é a estratégia. Você pode fazer a mesma coisa com diferentes ferramentas, a melhor ferramenta é aquela que resolve o problema para você, foca na estratégia e não na ferramenta. E é, na verdade, uma delícia você focar na ferramenta porque as ferramentas são praticamente mágicas hoje em dia.

Há cinco anos, há 10 anos, há 15 anos atrás era um sonho nós imaginarmos o que nós temos hoje de tecnologia, que linka todas as peças. Os profissionais de marketing, publicidade e propaganda, os empreendedores de 15, 20, 30, 40, 50 anos atrás não poderiam imaginar que essa máquina chamada internet estaria disponível aqui para nós e ela realmente é fantástica.

E vamos aí essas primeiras ferramentas que nós gostaríamos de indicar para as pessoas que estão aqui conosco, que apreciam Vitamina Publicitária, apreciam o nosso trabalho, tanto os nossos alunos, tanto os alunos que estão em curso, estão em outro curso, nós temos aqui. Essa daqui é uma aula grátis, ela está disponível para todos. Nós temos gente que está no treinamento Mídia, Não Marketing, gente do curso Redação Publicitária com Foco em Produção de Conteúdo, alunos também do Segredos das Mídias Sociais, leitores do blog, curtidores da fanpage, tem bastante gente aqui. Vamos lá pessoal.

A principal ferramenta que nós aqui no Vitamina Publicitária usamos também para alguns clientes, e que eu indico para praticamente qualquer necessidade, para qualquer um que quer trabalhar com marketing digital e vendas, é a Rainmaker Platform, é uma plataforma produzida pela Copyblogger.

Como eu comentei no começo, a Copyblogger, – que hoje é chamada de Rainmaker Digital -, que por isso é o nome Rainmaker Platform, a plataforma que faz chover. Ela é uma referência na internet, ela é a bíblia do marketing de conteúdo e por isso que essa plataforma é tão avançada, é tão boa, funciona tão bem, porque ela foi construída com conteúdo em mente.

Da mesma forma que uma HubSpot, – que é uma outra plataforma de inbound marketing -, ela é feita com a metodologia de inbound marketing em mente. A Rainmaker, Platform ela é feita com marketing de conteúdo em mente porque é quem cunhou o termo marketing de conteúdo.

Há várias controvérsias, mas o Brian, claro que é o fundador da Rainmaker Digital, da Copyblogger, foi uma das primeiras pessoas a começar a explicar o que era isso, sem saber exatamente o que era marketing de conteúdo. A Rainmaker Platform, como eles falam aqui, é uma solução mais inteligente para marketing digital e vendas, mais poder, menos dor, e lucros maiores. Construa a sua audiência com artigos, áudios, vídeos, cresça a sua lista de e-mail de uma forma mais rapidamente, ganhe mais, use marketing de automação, crie páginas landing pages, que são as páginas de aterrisagem, como páginas de vendas de produtos que são páginas importantes, inicie um lucrativo site de membros, que nem o Vitamina Publicitária, quando você se loga dentro do Vitamina Publicitária, é um site de membros. Venda cursos online, da mesma forma que o curso Redação Publicitária com Foco em Produção de Conteúdo, Segredos das Mídias Sociais ou o próprio treinamento grátis Mídia, Não Marketing, são cursos digitais, cursos online que nós disponibilizamos dentro do Vitamina Publicitária. E você precisa de toda uma tecnologia para poder disponibilizar isso.

A Rainmaker Platform é a plataforma que nós usamos para fazer tudo isso acontecer. Nada virtualmente é impossível de fazer. Melhor ainda, você deixa de desperdiçar tempo valioso procurando por plug-ins, tecnologias, se preocupando com toda a parte de segurança, de manutenção, codificando tudo isso, segurança, hosting, a performance do seu servidor e updates de segurança, você deixa de se preocupar com tudo isso e pode começar a se preocupar com o negócio, com a estratégia efetivamente, com as pessoas que vão acessar.

E nas agências que eu tive, nas sociedades que eu tive, inclusive, os meus ex-sócios, eu vejo alguns deles ainda lutando com sites que foram hackeados, uma série de manutenções que são importantes que aconteçam em sites, updates que acontecem. Você vai de uma versão X para Y, isso demora, isso dá um trabalho muito grande e é difícil de fazer, as pessoas perdem dias, semanas, às vezes meses do ano preocupados com isso, ao invés de se preocuparem com o negócio, com a parte de business mesmo, que é o mais importante.

Nós vamos fazer um tour aqui da Rainmaker Platform para você entender o que tem dentro aqui dessa plataforma que nós usamos, mas diversas outras empresas e, inclusive, personalidades aqui do mundo digital usam também.

Tudo começa com o servidor super-rápido e de muita segurança, que tem bastante segurança. Isso é essencial. Nós já vimos grandes projetos, grandes sites simplesmente saírem do ar porque foram hackeados e sem um backup decente, às vezes até a empresa de hospedagem perde o backup. Nós já tivemos ressarcimentos aí altíssimos porque uma das maiores empresas de hospedagem da América Latina perdeu, não tinha um backup, aliás, guardavam o backup por sete dias, mas não enviou o backup durante esse tempo, e nós entrando em contato, solicitando, enfim, porque era muito grande, dezenas de sites no mesmo servidor, não enviaram o backup, perderam o backup, e, imagina, dezenas de clientes loucos da vida. É essencial que você esteja trabalhando com um servidor de alta performance e com segurança. Quando você deixa tudo na mão de quem entende, você não precisa se preocupar com isso. Tudo começa com essa parte de hospedagem.

A equipe da Rainmaker Platform e da Copyblogger fizeram uma plataforma onde eles ensinam você a usar, não é que, “se vira, está tudo aqui.” A plataforma está em inglês, aqui nesse caso é essencial que você saiba inglês ou que tenha alguém da sua equipe que saiba inglês ou que você saiba usar um Google Tradutor. É uma outra forma. Às vezes a gente até orienta isso, você não precisa saber o que está escrito aqui, mas se você tiver o básico do inglês, você consegue traduzir os manuais, você consegue traduzir os termos essenciais para você aprender a usar a plataforma. Como eles falam aqui, “uma interface que significa negócio.”

Desde o primeiro momento que você acessa a Rainmaker Platform, você tem aqui no painel principal dados, informações de negócio, não dados de performance, por exemplo, “não, meu servidor está rápido, meu site está rápido”, muitos dados, por exemplo, que um Google Analytics dá. Aqui, inclusive, o site está integrado com o Google Analytics. Nesse print screen aqui nós conseguimos ter uma ideia.

O site é integrado sim com o Google Analytics, você consegue ter a quantidade de pessoas que acessou o seu site, quais são as páginas principais, da onde elas vieram, quais são as palavras-chaves que essas pessoas acessaram no seu site, mas você também tem quanto que você rentabilizou de dinheiro hoje através do seu site, e são esses os dados realmente importantes. Eles têm todos os guias para que você consiga fazer acontecer sozinho.

O suporte da Rainmaker é fantástico, eu tiro o meu chapéu para o suporte deles. Novamente, é um suporte em inglês, mas eles ajudam você, inclusive com código. Às vezes tem algumas coisas que nós podemos colocar a mão no código, por exemplo, para melhorar o design do site, mas eles te ajudam, inclusive, com você, ” preciso de uma coisa mais específica, mais diferenciada, sem custos adicionais.” Eles ajudam os clientes. Aqui, performance nós já falamos.

Parte de design. Design, hoje é essencial que o seu site funcione em um dispositivo mobile, em um Ipad, em um Iphone, em um Android, é essencial. Todos os sites que você faz com a Rainmaker Platform, eles já funcionam em todos os dispositivos, e isso é essencial. São mais de 30 templates muito bacanas, você pode acessar o site e conferir esses 30 templates, você também pode pedir para uma agência codificar um template que você quer, você consegue transferir o seu site hoje para a Rainmaker Platform e poder usar todas as funcionalidades que eles têm. Os designs são responsivos, isso que nós chamamos, que ele vai se adaptar ao tamanho das telas diferenciadas.

E aqui, você pode customizar como você quiser o site também. Sem você entender de código, sem você entender de tecnologia a fundo, você já consegue fazer chover. Se você entendeu ou quiser contratar alguém, tiver o budget, se você tiver a possibilidade de ir mais a fundo, você tem essa possibilidade com a Rainmaker Platform.

Algumas outras plataformas não te dão essa possibilidade, elas são fáceis de mexer, mas você não pode ir além, mas aqui com a Rainmaker é possível. Eles falam aqui, “ferramenta de criação de conteúdo, que te deixam bem na fita.” Eles falam assim, “é tudo sobre conteúdo.”

Com a Rainmaker você pode publicar posts de blog, artigos, páginas, landing pages, portfólio. Nós usamos o portfólio aqui para falar sobre os recursos do Vitamina Publicitária, podcasts, fóruns. Só um fórum é um trabalho gigante, se você precisar colocar um fórum para funcionar e fazer a manutenção de um fórum, cada ponto desse de tecnologia é mais um software, é mais um custo, é mais uma manutenção, é mais um banco de dados, é tudo uma peça de um quebra-cabeça. E o que a Rainmaker faz é exatamente isso, ela junta todas essas peças do quebra cabeça no mesmo lugar.

Atualmente, nós temos até outros conteúdos que não estão aqui, como e-mail. E-mail marketing agora está integrado com a plataforma, nós vamos falar hoje de plataformas de e-mail marketing, mas a própria Rainmaker Platform tem agora o seu sistema de e-mail marketing integrado. E eu arrisco a dizer que é o melhor sistema do mercado e vai cada vez evoluir mais.

Nós vamos falar hoje do Mailchimp e do AWeber, mas o sistema da Rainmaker Platform é o FeedBlitz, que ele nem está aqui como recomendado, como uma boa plataforma de e-mail marketing porque ela sozinha é um pouco mais difícil de mexer, por isso que nós estamos indicando aqui, nós vamos falar do Mailchimp e do AWeber, mas ela é integrada dentro da Rainmaker Platform, ela é a mais poderosa e a mais fácil agora de mexer.

Você pode publicar posts, páginas, podcasts, inclusive, com a Rainmaker Platform nós conseguimos ter o podcast do Vitamina Publicitária, Mídia, Não Marketing em primeiro lugar na iTunes Store, na seção de business e marketing. Foi muito bacana. Não estamos mais, mas também foram só os primeiros episódios que nós publicamos, nós vamos voltar agora a trabalhar mais com os podcasts e os generated content, que são os fóruns.

Key words. É possível trabalhar toda a parte de SEO, toda a parte de otimização para mecanismo de busca. Deixa eu ver como que uma palavra concorre com outras palavras nas mídias sociais, quantas buscas aquela palavra tem, e aí você consegue ver, “bom, é mais interessante eu trabalhar essa palavra aqui dentro do meu conteúdo.” Inclusive, você consegue ver como que o seu post vai performar, como que o seu post vai ranquear, como que o seu artigo vai se posicionar lá no Google, hoje é essencial nós estarmos bem posicionados no Google.

Existem ferramentas sociais, como, por exemplo, é possível você compartilhar os seus posts no Facebook, Twitter, LinkedIn, Pinterest. É possível também agora as pessoas se logarem no site com as suas contas do Facebook e do Twitter, em breve será possível as pessoas também se registrarem com o Facebook e com o Twitter. Isso ainda está em desenvolvimento pelo time. Você consegue gerenciar formulários, você consegue ter um calendário editorial lá dentro para você organizar a produção do seu conteúdo, ” hoje eu vou publicar isso, amanhã eu vou publicar aquilo, na semana que vem eu vou publicar aquele post.” Você consegue deixar tudo isso agendado, inclusive, o agendamento para publicação no seu blog e para publicação nas redes sociais. É uma plataforma que realmente linka todas as peças, do seu blog ao e-mail marketing, do conteúdo, inclusive, do RSS, você pode ter um leitor de RSS lá dentro para você receber conteúdo de vários locais e depois publicar isso em uma newsletter, para fazer uma newsletter de curação, por exemplo, que é o que nós temos feitos com o impresario.com.br. Learning Management System. É possível você fazer os cursos, cursos pagos, cursos grátis.

Vamos lá, vamos continuar aqui nesse tour. Ferramentas de tráfego que realmente fazem você atrair as pessoas que você está procurando para elas. SEO, que é a otimização para os mecanismos de busca, é uma matéria que é técnica, ela tem um pouco de psicologia, de sociologia, mas também tem muita coisa técnica, ela é principalmente uma matéria técnica. E a Rainmaker Platform e o WordPress, que nós vamos falar já, já, ajudam você a conseguir ranquear bem no Google de uma maneira mais simples, sem ter que entender tanto tecnicamente o que está acontecendo lá.

Ele ajuda você a otimizar as suas páginas, você consegue ver como que a sua página pode melhorar. Ele fala assim, por exemplo, você pede para analisar o seu artigo e ele vai falar, “olha, seu post está muito bom, seu artigo está muito bom, porém falta um link no primeiro parágrafo do seu artigo”, e isso é uma informação que o Google vê como importante. É importante que tenha um link no primeiro parágrafo do seu artigo. Dessa forma o Google vê que a sua página é uma página que também está linkando para outras páginas. É uma página que, não só aquele conteúdo agrega valor, mas ela linka para outros conteúdos que agregam valor para o leitor, ele ranqueia a sua página melhor só por causa disso. isso é um dos detalhes. As ferramentas de otimização para mecanismos de buscas da Rainmaker Platform fazem isso, te ajudam a ter um conteúdo melhor.

Você consegue verificar que outros sites que ranqueiam bem para aqueles conteúdos que você quer ranquear, para aqueles conteúdos que você quer estar bem posicionado no Google, e ele te dá os contatos que estão cadastrados nas entidades dos sites para você entrar em contato e falar, “eu gostaria de publicar um post no seu site”, ele já te dá esses contatos, ele faz essa busca que key words, que eles chamam de outreach. Você pode trabalhar com afiliados dentro da plataforma, ela gerencia isso para você também.

E você tem toda a parte de produtos. Você pode vender produtos digitais, como ebooks, cursos, downloads, software. Só essa parte de você conseguir fazer a venda de um produto na internet pode te custar muito caro, se você pedir para desenvolver isso para qualquer empresa, para qualquer agência, normalmente sai alguns olhos da cara. E o Rainmaker ajuda você a conseguir fazer isso de uma forma muito mais fácil.

Eles fazem o estudo de caso aqui, “construa a sua lista de e-mail 400% mais rápido”, como assim? Nós usamos um ímã para você conseguir o e-mail das pessoas para poder se comunicar com elas, o que a gente chama de um pay wall. Você coloca o seu e-mail e você faz o download de um ebook, por exemplo. Assim que eles mudaram a estratégia de oferecer um ebook, e colocaram vários ebooks dentro de um pay wall, dentro de um site de membros, as pessoas viam muito mais valor em ter acesso à um site, do que a fazer o download de um ebook só, por exemplo, e isso fez com que eles tivessem 400% a mais de e-mails do que com o download de um ebook normal.

E nós no Vitamina, nós não mensuramos isso, mas nós tivemos um aumento muito grande de conversão para com esse relacionamento com os cursos grátis, com o curso, treinamento Mídia, Não Marketing, que nós temos.  Você pode fazer landing pages, que nem nós já comentamos, são essas páginas para as pessoas se registrarem, comprarem os seus produtos sem ter que encostar em código, você pode fazer testes (AV) para ver como as suas páginas estão performando, qual página que está convertendo melhor, qual que está vendendo melhor. E aí você tem todos esses dados aqui.

Basicamente você pode acessar aqui o site depois, nós vamos enviar esses links aqui para você acessar. Fora todo a knowledge base, a base de conhecimento que eles disponibilizam com vídeos, ebooks, o suporte. É a ferramenta que nós usamos, ela dá de mil a zero na maioria das outras que eu conheço, e que eu já usei assim, 90% das plataformas do mercado, das grandes, eu já usei, alguns clientes preferem uma, outros clientes preferem outras.

A Rainmaker Platform, por exemplo, tem um cliente específico que foi de duas mil visitas para oito mil visitas por mês só com a mudança da plataforma, porque isso já melhorou tudo como um todo, e algumas dicas que a plataforma te dá para você ir implementado, só isso, nem um ano, nós fomos de duas mil para oito mil visitas por mês, e isso reflete diretamente no faturamento da empresa. E você consegue trackear, você consegue ver todos os resultados disso dentro dos sistemas administrativos que eles dão para você. Hoje, ela integra com várias das outras ferramentas que você pode usar ou pode querer usar, como Mailchimp ou AWeber, por exemplo, que nós iremos falar aqui.

Você tem aqui a galeria, onde pode conferir diversos temas que eles usam, como, por exemplo, vamos acessar aqui, tem alguns interessantes aqui na home, do Chris Ducker é muito bom, Chris Brogan. Por exemplo, o Chris Ducker é uma personalidade aqui da internet, você vê que é um site de extrema qualidade, mas não é só o site, é tudo o que está dentro do site. Aqui dentro do site tem fórum, você compra os produtos, você vê, ouve os podcasts, tem uma série de recursos, tem toda uma área de membros, e aqui que está a graça da coisa. Temos aqui o Chris Brogan, enfim. São milhares de clientes, aqui são só alguns exemplos e essas pessoas são excelentes profissionais de marketing na internet.

O preço, a Rainmaker Platform não é uma plataforma barata. Em mais, quando você soma todo o custo, você vê que o barato sai caro normalmente. Falando de custo aqui, ela inicia em 125 dólares por mês, cobrado anualmente, ou cobrado mensalmente, ela sai a partir de 145 dólares por mês. Agora, a diferença é: a forma antiga. Se você tiver que somar todos os custos de todos os softwares que ela junta para você, mais ou menos estamos falando de 4600 dólares por ano. Se você tiver Rainmaker, nós estamos falando de 1500 dólares por ano. E não é só isso.

Na verdade, não é o valor, é você não ter que gerenciar esse monte de software, todo esse conjunto de ferramentas e plataformas e logins, manutenções e updates de segurança, de tudo isso daqui e muito mais. Na verdade, esse é só um exemplo que estou dando, e que se você trabalha com Rainmaker você pode focar no negócio, você pode focar no business e na estratégia como um todo. E por ter tido agência, e por ainda ver muita gente que simplesmente perde todo o tempo investindo nisso, “ah, o site foi hackeado, tenho que fazer instalação do software novo”, e você perde dias, horas, meses com isso.

O grande diferencial que o Rainmaker Platform te dá é: não é nenhuma mágica, mas ele junta tudo no mesmo lugar, e aí você consegue focar no seu negócio. Vamos para a próxima ferramenta.

Se você tiver mais interesse em saber mais sobre o Rainmaker Platform você pode acessar vitaminapublicitaria.com.br/rainmaker e você vai cair em uma página que nós falamos um pouquinho, inclusive, em português, sobre a plataforma, pode clicar e fazer um teste de 14 dias grátis. Vamos para o WordPress.

A Rainmaker Platform, ela é feita em cima do WordPress. Não é um software. O Rainmaker, eles nem criaram o software, eles usam o WordPress e aí em cima do WordPress eles linkaram com outros softwares e fizeram uma plataforma tão boa como ela é.

O WordPress é a forma mais simples de você criar o seu site atualmente. WordPress.com. Existe também o wordpress.org, que é a possibilidade de você fazer o download do WordPress e colocar ele no seu servidor, – que também é uma outra possibilidade -, ela te traz a flexibilidade, mas ela te traz a responsabilidade de você ter que gerenciar servidor, segurança, performance. A forma mais fácil de você começar hoje o seu site, e mais barata, é acessando wordpress.com e clicar aqui em “criar site.”

Só para nós fazermos uma visão geral. O WordPress, praticamente todos os templates que eles te dão aqui no wordpress.com, eles são prontos para você usar no celular, no tablet, para qualquer usuário seu acessar e ter uma boa experiência com eles. Eles têm centenas de designs, é fácil de usar, você pode ter o seu domínio próprio, é otimizado para os mecanismos de busca, e aí você pode contratar planos especiais, se você quiser o seu site, como, por exemplo, danielchohfi.wordpress.com, vai sair de graça, você tem toda a plataforma no servidor deles, tudo de graça. Se você quiser o seu, por exemplo, danielchohfi.com, e aí eu teria que pagar um domínio .com, se eu não me engano custa 12 dólares por ano um domínio .com. É barato. 26% da internet usa o WordPress.

De novo, 26% da internet usa o WordPress, da internet inteira, de todos os sites, é muita coisa. Significa que a maioria dos sites da internet são feitos com esse sistema. Ele é o mais confiável que você pode ter. “Ah, mas a Rainmaker não é tão confiável?”, não, pelo contrário, a Rainmaker já usa o WordPress. Você imagina, tem muitos desenvolvedores, profissionais trabalhando com essa plataforma e deixando ela melhor. O WordPress é a melhor solução.

Nós trabalhamos com várias outras plataformas, eu usei o Joomla por quase cinco anos, que é uma outra plataforma de CMS, que nós chamamos, que é um sistema de gestão de conteúdo, que também é muito bom, mas o WordPress é a forma mais simples e fácil de você começar. São sites como, desde pequenas empresas, artistas, personalidades, blogs, até a Times, CNN, Nasa, McDonald’s. São várias empresas grandes que usam. Não são só alguns pequenos blogs na internet, mas são várias empresas de grande porte que usam também.

Para você criar o seu site, basta acessar wordpress.com, clicar aqui “criar site”, e você vai ser levado pelo tutorial que eles colocam aqui para você criar o seu site. Vai colocar, “meu site é sobre negócio e serviços”, “é sobre propaganda e marketing”, por exemplo, aí você vai escolher, “ah, eu quero aqui uma página de boas-vindas ao meu site”, e aí você escolhe o seu template e dá continuidade.

Tem um modelo aqui bacana, o Goran, por exemplo. Está um pouquinho pequeno aqui para você ver, mas o Goran, se você der uma olhadinha aqui, Goran Theme WordPress demo. Quero mostrar como que é o template e como que ele pode ficar depois que você mexe e coloca o seu conteúdo nele. Esse daqui é o template. Assim que você se inscreve e configura o seu template, você vai ter um site mais ou menos assim. É um site bonito, é um site de alta qualidade. E depois que você trabalhar, seu site vai ter a sua imagem, vai ter o seu menu e vai ter uma série de funcionalidades que você mesmo pode colocar nele. Basicamente é isso aqui que você consegue ter com o WordPress.

É um excelente site, de altíssima qualidade, que funciona em vários dispositivos e de graça. É muito melhor, eu costumo dizer que vale muito mais a pena você ter um wordpress.com bem feito, com o conteúdo muito bom, do que você ter um site contratado em uma agência, que é um excelente site, tem um design maravilhoso, mas que não tem um conteúdo que realmente faz a diferença

Por exemplo, esse aqui é o site da minha querida mãe, que eu fiz no próprio tema WordPress, do Goran. Temos aqui “professora Diana”, começa aqui “agendamento, créditos, dicas, contato.” Ela é uma professora de inglês e ela usa o site dela para os alunos agendarem as aulas e entenderem melhor como é que funciona, por que ela tem uma aula diferenciada e como que funciona.

A diferença entre você iniciar com o seu site no WordPress e você ter um site de alta qualidade que realmente faz a diferença, é o conteúdo. No “comece aqui a aprender inglês de uma vez por todas”, esse conteúdo é o que faz a diferença no negócio, é o que nós chamamos de conteúdo de fundação. Nós temos cinco artigos aqui, “aprenda inglês de uma vez por todas”, “em quanto tempo você é fluente?”, “como as aulas funcionam?”, “por que a metodologia funciona?”, “quanto custa?” e “marcar uma aula de demonstração”. É esse conteúdo que está aqui, são cinco artigos que realmente mostram por que, qual que é o diferencial, e 90% do tempo investido nesse site foi aqui no conteúdo, não foi fazendo o site. É isso aqui que faz a diferença.

Normalmente, a maioria das pessoas, a maioria das empresas investe uma grana altíssima, investe cinco, 10, 15, 20, 30, 40, 50 mil reais para ter um site, que é isso daqui, mas sem o conteúdo. É um site bonito, um site que funciona nos dispositivos, é um site que às vezes até tem o WordPress, tem um sistema de gestão de conteúdo, onde o cliente pode, sozinho, mexer naquele conteúdo, mas não investiu o tempo nisso aqui, no conteúdo, e é isso aqui que faz a diferença. Não é só um site lindo, bonito, maravilhoso, esse é o mínimo hoje em dia, é um site de alta qualidade. E hoje isso é muito fácil de fazer com o wordpress.com.

MICHELE: Daniel, nós tivemos um questionamento. “Tenho o domínio registrado, consigo utilizar o WordPress?”.

DANIEL: Consegue, consegue sim. Inclusive aqui, vamos lá, o próximo passo. Aqui nós estamos na etapa 3/6. Depois que você seleciona, ele fala aqui, “qual é o domínio que você quer?”, exemplo.wordpress.com é gratuito, se você quiser um exemplo.com, seudominio.com, ele está incluso no WordPress Premium, e aqui tem 99 dólares por ano, ou você pode comprar o seu domínio. Pelo próprio wordpress.com é possível comprar o seu domínio, se eu não me engano são oito ou 12 dólares por ano. E se você também já tem o domínio, você pode fazer isso aqui, “já possuo um domínio”, mapeio com o wordpress.com Premium. Você clica aqui, coloca o seu domínio e vai dando continuidade no WordPress.

Nós só estamos dando essa visão geral realmente. Inclusive, no final desse webinar nós vamos perguntar para vocês qual ferramenta que vocês gostariam que nós começássemos a explicar e a ensinar melhor aqui no Vitamina Publicitária, e nós vamos marcar outros webinars sobre elas, e dando aqui a nossa consultoria, os nossos insights. Inclusive, nós podemos criar cursos sobre isso, um dos próximos cursos que nós devemos lançar é sobre o WordPress, outro sobre e-mail marketing. Nós só estamos dando uma pincelada aqui sobre as principais ferramentas.

Vamos passar para a próxima. Vamos falar aqui agora do Google Apps. Michele, gostaria de falar um pouquinho aqui do Google Apps?

MICHELE: O Google, ele é virtualmente reconhecido, nós já sabemos, já faz parte da nossa vida. Ele tem uma gestão de ferramentas, que para quem produz conteúdo e quem está afim de desenvolver uma estratégia é bastante interessante.

Falando principalmente dos Apps, aqui focando, Google Docs, ele é uma ferramenta para quem está iniciando uma estratégia de conteúdo, para realmente escrever o seu post, para você ter uma organização, ele é muito bom. Eu já uso, gosto muito, uso tanto na agência quanto para assuntos pessoais.

Nós temos o Documentos Google, Planilhas Google, que, por exemplo, se você está começando uma estratégia e você ainda não tem acesso à uma ferramenta de automação, no Documentos você tem um Word online, você acessa de qualquer lugar, você pode acessar de dispositivo móvel, lá do teu celular, do teu tablet, do teu Ipad, enfim, você consegue escrever posts diretamente do celular com o Documentos Google. Nas planilhas você tem um Excel online, nós conseguimos organizar uma estratégia através de uma planilha.

É o início básico? É, mas é o início necessário para você depois aprimorar isso com outras plataformas, como o Rainmaker, como o WordPress, que o Daniel já falou.

Vocês estão me perguntando se o Google Docs gera conflito com as versões do Word. Algumas vezes sim, eu já senti essa dificuldade, por isso que eu faço já tudo online. “Ah, mas caiu a minha internet, eu não estou conseguindo fazer.” Quando você estiver online você consegue baixar o Docs, você consegue organizar isso e depois só sincronizar. Ele é muito bacana, é muito prático. Sem contar, claro, a questão de formulários, de apresentações, do próprio Gmail que hoje é o e-mail mais confiável e mais utilizado.

Essa integração dessas ferramentas através do Google Apps for Work te dá uma praticidade muito grande.

DANIEL: Eu fiz o meu TCC, – inclusive, foi o melhor TCC que teve ali na faculdade na época, nós ganhamos os prêmios lá -, no Google Apps, no Google Docs. Na época já tinha, tinha sido lançado há pouco tempo, e ABNT, formatado das melhores formas possíveis, excelente. Foi um trabalho de quase 400 páginas, um TCC de propaganda e marketing, quem já fez sabe o tamanho da bucha que é, e foi extremamente bem feito. Claro, tiveram percalços aí, não foi tão simples não, por isso que era importante baixar ele, ter várias versões, mas hoje ele já está muito mais avançado, ele tem o versionamento, ele grava as versões para você. Hoje você não precisa comprar o Windows. Quando você compra o Windows…

MICHELE: O Office.

DANIEL: O Office, não precisa do Office mais, olha que bacana. Eu uso um Mac, mas eu vejo muitos clientes que estão, “ah, putz, tenho que comprar outro Office, comprei outra máquina, tenho que comprar outro Office.” Não é mais necessário isso, você pode ter tudo online. E funciona muito bem com colaboração, você não vai ter aquela versão 28 do arquivo final – ok, está tudo lá bonitinho e funciona muito bem.

O principal motivo de nós termos colocado aqui o Google Apps é por causa do e-mail. A melhor forma de você ter um e-mail de alta qualidade, um e-mail corporativo que funciona perfeito, o melhor possível, é contratando o Google Apps for Work, é o Gmail, o Google. Ao invés de você contratar as soluções nacionais ou as soluções mais baratas que tem para você ter um e-mail, aquele web e-mail básico, que até funciona, mas que pode te deixar na mão na hora que você precisa, – e nós tivemos já vários casos de clientes, por exemplo, que só faturam até um horário, até às quatro horas da tarde, por exemplo, e aí deixou de receber um e-mail de um cliente com aquele pedido 3:55, demorou 10 minutos para chegar o e-mail, porque o e-mail simplesmente não chegou e não faturou naquele dia, e aí quer dizer que não entregou no dia que precisava ter entregue o produto e, consequentemente, o cliente do cliente parou a fábrica, ficou um dia sem trabalhar.

É o básico, é ter um site de boa qualidade, de alta qualidade, um design bacana e o diferencial vai ser o conteúdo. É o barato que pode sair caro. Quando nós começamos a economizar nessa tecnologia de base, os problemas começam a aparecer e você não consegue investir o tempo no negócio, você acaba investindo tempo fazendo a manutenção dessas tecnologias. São vários tipos de problemas que podem ter só no e-mail. Se você já teve problema com o e-mail, você sabe do que que eu estou falando.

O Google Apps for Work é a melhor forma de começar. Ele também não é tão baratinho assim, são cinco dólares por usuário por mês, aí na base dos seus três reais e 60, o dólar fechou hoje mais ou menos por aí, por usuário por mês, estamos falando aí de um valor considerável, mas funciona e você não vai ter dor de cabeça com isso, pode focar no seu negócio. O Google Apps vale.

Além disso, com esse valor você não tem só e-mail, você tem todos esses produtos que a Michele estava falando. De graça você também tem os documentos do Google, planilhas, formulários, mas você tem funcionalidades mais avançadas a partir do momento que você tem o Google Apps for Work, e a mais importante, que nós estamos falando aqui, é o Gmail. Vamos para a próxima.

MICHELE: É interessante, Daniel, só destacar que nós temos aí uma base de 20 reais por usuário, mensal, e com todo esse pacote, por exemplo, nós temos armazenamento através do Google Drive, tem o Gmail e tem essas outras ferramentas. Você faz uma média de 20 reais por mês, é muito em conta. Claro, para quem está começando é um gasto, mas é um investimento mesmo.

DANIEL: Exatamente. O Google Drive, você está na nuvem. Você ter os seus arquivos na nuvem já não é mais um diferencial, uma coisa muito avançada tecnologicamente falando, não, é essencial.

Quando nós falamos “nuvem” hoje, basicamente isso, é você ter os seus dados não no seu computador. Se aparecer um problema, um dilúvio, assaltaram a empresa, roubaram o seu computador que estava no carro, você perde o trabalho de uma vida, você perde o trabalho da empresa. Não, isso não pode acontecer. Todo esse trabalho, todos esses dados, eles têm que estar na nuvem, eles estão lá no servidor do Google. E as pessoas falam, “pô, não é mais fácil um hacker entrar lá no Google?”, não, é muito mais difícil um hacker hackear o Google do que hackear você, você, eu. Hoje a base é essa, é trabalhar na nuvem.

MICHELE: Nós brincamos até que, as pessoas, “ah, mas poxa, eu vou trabalhar com o Google, me parece que nós estamos distantes.” As pessoas têm isso ainda de proximidade. Eu vou te perguntar: você já acessou algum dia o Google e ele estava fora do ar? Provavelmente não. É isso que vai acontecer com o seu e-mail, ele não vai ficar fora do ar, você vai acessar os teus documentos, as tuas planilhas, os teus arquivos a hora que você quiser, desde que você tenha uma conexão com a internet.

DANIEL: Exatamente. Inclusive, hoje você consegue ter um acesso off-line, você pode falar, “eu quero esse documento off-line”, ele faz uma cópia no seu computador e quando você altera ele, por exemplo, quando você voltar a ficar online, ele joga esse documento na nuvem e você tem ele sincronizado. “Putz, mas e se eu precisar e não tiver acesso onde eu estiver?”, não, você também consegue usar ele off-line. Vamos para a próxima.

Mailchimp é a forma mais simples e rápida de você começar a enviar e-mail. E o grande diferencial do Mailchimp é que, além de ele ser o mais fácil de usar, na minha opinião aqui, entre essas plataformas de e-mail marketing que nós vamos falar, que é o Mailchimp e o AWeber, na Rainmaker Platform é até mais fácil de você enviar um e-mail, já tem toda a plataforma. Não é só plataforma de e-mail marketing, além do Mailchimp ser muito simples, fácil e rápido de você começar. Vamos dar uma olhada aqui nas funcionalidades.

Você tem um dashboard que te dá quantas pessoas se inscreveram hoje, quantas deixaram de se inscrever, qual o tamanho da sua lista de e-mail marketing, e e-mail é essencial, ele se integra com outras ferramentas que você possa usar, ele é muito fácil de usar, é muito fácil.

Você arrasta aqui, eu quero aqui uma imagem, aqui eu quero um texto, pode estar um pouquinho pequeno aqui para você ver, vou dar um zoom, ver se fica mais fácil. Nós íamos até entrar aqui, fazer uma conta de teste e começar a mostrar como é que funciona, pessoal, mas para nós não nos alongarmos muito, nós já estamos aqui há uma hora e 10, nós vamos passar mais por cima das outras ferramentas.

Mas o grande diferencial do Mailchimp é que ele é rápido e fácil de você usar. Você arrasta os componentes, coloca foto que você quer, coloca o texto que você quer, envia isso para a sua lista. Você sobe um CSV, você sobre um Excel, você pode adicionar os seus contatos na mão. Você escreve, vamos supor que você tenha poucos contatos, você pode escrevê-los, e essas pessoas estarão lá na sua, o que nós chamamos de “lista de e-mail marketing”, e você pode criar um e-mail, enviar um e-mail para essas pessoas. Além de ele ser fácil de funcionar, esses e-mails normalmente funcionam muito bem em celular. Além de você conseguir ver as estatísticas, inclusive, até enviar um e-mail pelo celular, olha que bacana, quer dizer que você consegue enviar um e-mail para os seus clientes, do seu celular.

Eu lembro em 2013 que eu estava enviando um e-mail do final do ano para os leitores do Vitamina Publicitária, eu estava na praia, tinha acesso ao wifi e eu consegui enviar um e-mail do Ipad, já estamos falando de três anos atrás, e não tinha uma conexão boa, mas enfim, consegui enviar. São coisas muito bacanas, que são diferenciais, são cerejas do bolo. Não é exatamente a base, a coisa mais importante você conseguir enviar um e-mail do seu celular, mas são funcionalidades bacanas. Além de tudo isso, a porta de entrada, o Mailchimp é uma boa porta de entrada para você começar a enviar e-mail marketing porque ele começa aqui de graça.

Eles têm um plano “para sempre grátis”, onde você pode enviar até duas mil pessoas, 12 mil e-mails por mês, de graça, 12 mil e-mails por mês para até duas mil pessoas, de graça. Isso é muito bom, é muito bom, muito bacana. Pelo que eu saiba nenhuma ferramenta nacional te dá isso, nem internacional.

O Rainmaker deixa você enviar ilimitados e-mails, mas para até 999 pessoas, dentro do plano básico que eles têm lá, e a partir daí você vai pagando mais pela quantidade de pessoas que você tem na sua lista.

Próxima ferramenta que nós iremos falar é o AWeber. AWeber é bem similar ao Mailchimp, tem algumas diferenças de valor, e para você verificar qual é a mais adequada para você, realmente, só entrando e conferindo o AWeber um pouquinho mais a fundo. Todas elas te dão a possibilidade de você enviar um e-mail, de você verificar quantas pessoas abriram, quantas não abriram, enviar depois um e-mail só para quem abriu, enviar um e-mail para quem não abriu, funciona com aplicativos mobile, são ferramentas de altíssima qualidade e são as mais usadas no mundo inteiro. O Mailchimp e o AWeber são as mais famosas, as ferramentas mais populares de e-mail marketing do mundo.

Uma outra possibilidade, que é uma possibilidade relativamente nova, uma ferramenta nova, mas é uma ferramenta que me chamou muito a atenção porque é uma tática muito boa, uma estratégia muito boa hoje de conteúdo, de produção de conteúdo, é essa ferramenta chamada Goodbits. Por que que ela é muito boa? Você consegue com essa ferramenta linkar algumas fontes, como, por exemplo, o seu Twitter, como um leitor de RSS. Você pode entrar, por exemplo, no ig.com, você pode entrar na globo.com, na seção de esporte da globo.com e pegar o que nós chamamos de FSS. Quer dizer que todos os novos artigos que forem publicados lá vão ser enviados automaticamente para você e vão cair aqui na sua conta da Goodbits, e você consegue fazer uma newsletter, você consegue fazer um e-mail de curação de conteúdo.

Ontem eu estava conversando com a minha cunhada e estava explicando o que é curação de conteúdo, como fazer, a estratégia básica. Curação do conteúdo, o Louvre, o Museu do Louvre é um local de curação de conteúdo, tem quadros, você tem várias artes de diversos artistas no mesmo local. Uma banda que tem dezenas de músicas, cura aqueles melhores, aquelas melhores músicas e coloca em um álbum, coloca em um CD as melhores. Da mesma forma, você pode receber o conteúdo de vários locais dentro do seu mercado e você pode disponibilizar, fornecer para as pessoas esse melhor conteúdo. As pessoas não têm mais tempo de ficar acessando todos os sites de notícia ou todos os artigos interessantes daquele mercado, elas querem alguém que filtre isso para ela, e isso é o que você pode fazer como curador de conteúdo. Essa é uma estratégia de produção de conteúdo que funciona muito bem.

É o que eu tenho feito lá no impresario.com.br e eu não estou usando o Goodbits, mas o Goodbits é uma ferramenta que te ajuda a fazer isso.

Você não precisa começar a criar, produzir conteúdo próprio, do zero. “Putz, mas eu não sei o que falar, eu não gosto de escrever, eu não gosto de falar em um podcast, eu não gosto de gravar vídeo, eu não gosto de produzir conteúdo”, você não precisa. Além de você poder contratar uma agência, uma empresa para fazer isso para você, você também pode usar uma ferramenta, como o Goodbits, para você curar conteúdo do mercado, filtrar essas melhores notícias da semana, do dia, do mês. Por exemplo, enviar para a sua audiência, que sabe que você é a melhor solução, você é o melhor filtro para saber quais são as melhores notícias desse mercado, em cima disso você adiciona a sua autenticidade, você agrega mais valor.

E nós costumamos falar, aquela regra 80/20. 80% dos e-mails que você pode enviar, agregam valor para essas pessoas e 20% você vende os seus produtos, vende os seus serviços, vende o seu negócio. É uma forma de você começar a produzir conteúdo sem ter que efetivamente produzir conteúdo original. Vamos para a próxima.

O Canva. O Canva é uma ferramenta maravilhosa. Junte-se a mais de 10 milhões de pessoas que estão desenhando, que estão fazendo design no Canva. Eu comecei a usar o Photoshop há pelo menos uns 10, sei lá, 13 anos atrás eu já começava a usar o Photoshop, desde as primeiras versões. Já deve fazer mais ou menos um ano, por aí, que eu praticamente não encosto mais do Photoshop, nem tenho Photoshop mais aqui.

Eu tenho o Audition, que nós usamos aqui para o podcast, mas eu nem tenho mais o Photoshop instalado aqui na minha máquina, o que é muito interessante porque o Canva é uma ferramenta que te ajuda a desenhar e vai além.

Vamos acessar aqui o canva.com. Essa aqui é uma ferramenta que nós podemos acessar para mostrar um pouquinho mais a fundo. O Canva é o seguinte, ele te dá aqui a possibilidade de você criar diversos tipos de design. Eu posso criar aqui, vamos lá, mais, eu posso criar uma arte de mídia social que tenha 800 pixels x 800 pixels, posso criar a capa do Facebook, posso criar uma folha de A4, um Facebook post, uma colagem de fotos, uma capa para a minha fanpage, por exemplo, um cartão de visitas, e diversos outros tipos de conteúdo, que ele já vai te dar o tamanho certinho. Materiais de marketing, enfim.

Vamos criar aqui uma arte aqui para o Facebook, um social media post de 800 pixels x 800 pixels, e você também tem a possibilidade de usar um tamanho específico que você queira. Beleza, clicamos aqui. E aqui você tem a possibilidade de escolher o layout que você quer, aqui que é uma das grandes graças. Se você não entende nada de design, não tem problema, você já pode escolher um layout aqui e começar a trabalhar em cima desse layout. Vamos escolher aqui, esse layout aqui.

“Se não está quebrado, não conserte”, é uma frase famosa aqui que nós usávamos também quando nós trabalhávamos com sites que nós podíamos quebrar tudo, quando nós não tínhamos o Rainmaker, não encosta se não está quebrado porque vai quebrar. Olha como é fácil. Você pode simplesmente pegar e alterar o texto. Vamos ver se está quebrado. Posso aumentar um pouquinho aqui. “Não conserte”. Ou enfim, o que você quiser escrever aqui, você pode escrever, o texto vai aparecer aqui. Quero alterar cor, por exemplo, posso alterar cor. Quero tirar esse elemento daqui, posso tirar. Enfim, e você tem o layout que você quiser.

Quero trabalhar com outro layout, vamos clicar nesse outro layout aqui. Há sempre uma forma melhor, há sempre algo a ser acrescido por, você pode pegar, alterar esse texto. Quero mudar a imagem que está aqui embaixo, você consegue alterar essa imagem. Quero melhorar o contraste dessa imagem, posso vir aqui e alterar o contraste dessa imagem, quero deixar essa imagem mais escura.

Você tem várias ferramentas que um Photoshop te dá, que várias outras ferramentas de design te dão, mas aqui você já inicia a partir de layouts pré-montados, que te ajudam a fazer a coisa acontecer sozinha. Quero colocar aqui uma piscina. Feito, canva.com. E é grátis. O mais bacana é que você tem acesso ao Canva de graça e você pode fazer o download disso em JPEG, em .PNG, em PDF, e ele tem a versão paga, onde você pode fazer o download com um background transparente, com fundo transparente, por exemplo.

Essa daqui é a arte final. E funciona muito bem. Eu já fiz, inclusive, um catálogo de 30 páginas para um cliente, eu cheguei a fazer aqui no próprio Canva. Um projeto que eu demorava meses para fazer no Photoshop, no Canva em três ou quatro dias eu fiz um projeto, enfim, mil impressões, era uma coisa grande, feito aqui no próprio Canva. Funciona muito bem, é uma maravilha e vale a pena começar a usar porque economiza muito tempo. Funciona muito bem.

Você tem aqui imagens que você pode pesquisar. Por exemplo, eu quero pesquisar uma imagem, e você tem uma série de imagens grátis, se você quiser usar alguma imagem paga, elas custam em dólar, essas imagens aqui. Ah, eu quero usar essa imagem, ela custa em dólar, você tem depois 24 horas para acessar novamente e alterar o seu design, fazer um download novamente, senão depois você é obrigado a pagar um dólar novamente aqui pelo sistema deles. É provavelmente a ferramenta mais popular que tem hoje para design online. Esse daqui é o Canva.

O Snappa é uma outra ferramenta que também serve para design, muito simples e fácil de usar. Ela é provavelmente mais fácil ainda que o Canva, mas ela não é tão flexível, ela não tem tantas ferramentas de design. Ela é paga, mas ela também tem a versão grátis, para você escolher qual você vai usar, só realmente testando e vendo qual é a mais interessante para você.

O Snappa, por outro lado, ele também tem um banco de imagens maior e é inteiro, o banco de imagens é inteiro grátis e são imagens muito melhores do que as imagens do Canva. É necessário balancear qual que é a ferramenta mais interessante para você.

O Buffer é uma outra ferramenta, e para mídia social é provavelmente a ferramenta mais indicada para quem está começando e não pode investir, não quer investir, não pode nesse momento investir mais. Você publica o seu conteúdo uma vez e ele vai publicar esse conteúdo para você em diversas redes sociais. O tempo que é gasto normalmente com a gestão de rede social é alto, você consegue automatizar isso de diversas formas, você publica uma vez e ele já publica para você em várias redes sociais, você coloca isso dentro de uma fila. São mais de três milhões de pessoas que usam o Buffer.

Você pode agendar os seus posts para horários que você quiser, você coloca aqui o título, texto, a imagem, o link ou ele automaticamente pega a imagem do link que você está compartilhando e automaticamente ele vai compartilhar nos melhores horários que você quiser, dentro das suas redes sociais. Ele inicia de graça, vale a pena começar a usar o Buffer também.

E a outra plataforma de mídia social que nós indicamos aqui como sendo uma das melhores, nós estamos, inclusive, testando agora, a Pulse, que é uma outra ferramenta que nós estamos achando bem interessante também, muito boa. Mas a principal, que nós mais conhecemos e podemos falar com propriedade, que é excelente, é a SproutSocial. Vou acessar aqui também a nossa conta.

MICHELE: Daniel, nos solicitaram, nos pediram se nós conhecemos ou utilizamos Google Nik Collection.

DANIEL: Nit?

MICHELE: Nik.

DANIEL: Nik Collection. Não conheço.

MICHELE: Eu também não conheço, nunca tinha ouvido falar, na verdade, também.

DANIEL: Que legal, fiquei bem curioso.

E, aliás, isso é uma coisa que nós precisamos tomar cuidado, pessoal, com ferramentas novas. Porque aparecem ferramentas novas a cada dia e as ferramentas, elas seduzem, as ferramentas são fantásticas, como falei no começo, são praticamente mágicas para nós que estávamos acostumados a fazer as coisas de uma forma completamente manual, há cinco, 10, 15 anos atrás.

Eu cheguei a fazer sites no código, manualmente mesmo, no FrontPage, quem não conhece isso, já está com idade aí que… nós fazíamos sites no Flash. Nós usávamos FTP. Se você lembra o que que é isso, você sabe que o tempo está passando. As coisas estão muito avançadas hoje em dia, mas nós temos que lembrar que as ferramentas são só meios de nós atingirmos o objetivo, que tem que ser feito estrategicamente, é importante fazer a estratégia bem-feita e depois pensar nas ferramentas.

Só para nós finalizarmos aqui rapidamente. A SproutSocial é uma ferramenta excelente, que nos ajuda a gerenciar mensagens no Facebook, no Twitter, publicações. Só para ter uma ideia aqui.

Nós conseguimos ver aqui, por exemplo, impressões no Facebook, aqui do tempo que está selecionado, 42% dos nossos fãs são homens, 58% dos nossos fãs são mulheres, os perfis conectados que nós temos aqui. Essa semana nós tivemos 494 curtidas, 366 mil impressões de página.

A parte mais bacana aqui é a parte de relatório. Vamos dar uma olhadinha aqui, por exemplo, os relatórios aqui da nossa página no Facebook. Aqui nós temos quantidade de acessos, quantidade de curtidas, impressões, alcance orgânico, alcance viral, alcance pago, nós não trabalhamos com alcance pago no Facebook, impressão por idade e sexo, 60% de mulheres na nossa fanpage, só da fanpage do Facebook. 65% que compartilha. O meu conteúdo, vamos dar uma olhadinha aqui no conteúdo, qual foi o conteúdo mais compartilhado, aqui está selecionado dos últimos 30 dias. Aqui, essa daqui foi a publicação mais compartilhada nos nossos últimos 30 dias, alcançou 266 mil pessoas, nove mil envolvidas, gerou seis mil conversas, quase seis mil reações, 1.1 mil comentários, 1.4 mil compartilhamentos nos últimos 30 dias. Nós podemos clicar lá e ver qual que é o post que foi falado.

MICHELE: É importante destacar, Daniel, que essa análise, essas ferramentas que nós conseguimos analisar, ter acesso à essas informações, saber exatamente o que já foi publicado, como que isso se comporta, elas são essenciais para a estratégia porque é elas que vão dar a sequência, qual é o rumo que a tua estratégia tem que tomar. A partir delas você vai saber qual o tipo de conteúdo que está sendo compartilhado, que está engajando, que está convertendo. É um investimento para quem resolver comprar, enfim, uma licença, ou se utilizar uma ferramenta free também, mas é importante ter acesso a isso.

DANIEL: Exatamente. A partir do momento que você publica conteúdo, não é mais só o que você publica, mas é o retorno das pessoas ao que você publica, é o que que elas estão te dando de feedback, e a partir desse feedback você consegue criar produtos e serviços melhores e você consegue comunicar melhor e ajustar a sua comunicação às suas estratégias de negócio, a partir desse feedback. Analisar é importante. Mas o primeiro passo, obviamente, é realmente começar a publicar conteúdo.

Nós fizemos uma enquete aqui no início do webinar, praticamente 50% das pessoas que estão aqui nos ouvindo hoje ainda não publicam conteúdo. O primeiro passo é mais uma questão de mentalidade, é mais uma questão de mindset mesmo, de dar a cara para bater e começar a publicar conteúdo, tomar essa coragem de clicar no botão “publicar”, clicar no botão “enviar”, clicar no botão “gravar”, e aí começar a entender que agora é mídia e não marketing, que é o que faz as pessoas confiarem em você, não é mais aquele site lindo, maravilhoso, não é mais uma propaganda extremamente bem feita, as pessoas estão céticas em relação a isso.

O que realmente faz as pessoas confiarem nas outras é o hábito, é ver que a pessoa está aparecendo todo dia, está aparecendo confiavelmente já há dias, há semanas, há anos e ao longo prazo, o que nós falamos, nós estamos jogando o jogo the long game, o longo jogo. Mais do que ferramenta, estratégia, você pode fazer a mesma coisa com diferentes ferramentas, a melhor ferramenta é a que resolve o problema para você, foca na estratégia e não na ferramenta.

Como nós tínhamos falado no início, nós não temos certeza por que você está aqui nessa aula hoje, mas você sabe que conteúdo é rei, mas não tem ideia de como começar, você pode saber que você já sabe como produzir conteúdo, mas não sabe como divulgar e você quer saber quais são as principais estratégias, como fazer conteúdo viral, como produzir um conteúdo engajador, quais são as principais ferramentas, e eu acredito que nós demos aqui uma visão geral de quais são essas principais ferramentas.

Eu vou mandar aqui uma outra enquete aqui. Vamos ver aqui o que que o pessoal vai falar. Vamos lá. “Você já usa alguma ferramenta de e-mail marketing?”. Vou lançar aqui a enquete e vocês podem responder aqui para nós, nós vamos ter uma noção se vocês já usam, se você não usa aqui alguma ferramenta de e-mail marketing. Apareceu aqui. É só clicar em “sim”, “não” ou em “algumas”. Eu, por exemplo, no caso, eu uso algumas ferramentas de e-mail marketing.

MICHELE: Daniel, o Alexandre nos perguntou se nós gerenciamos as listas de e-mail diretamente no Mailchimp, porque ele está à procura de um aplicativo, de uma ferramenta para gerenciar isso.

DANIEL: Sim, o Mailchimp permite com que você gerencie as listas lá dentro, lá mesmo. Por exemplo, no caso assim, para o Vitamina Publicitária nós usamos Rainmaker Platform que é integrado com o FeedBlitz, que é um outro serviço de e-mail marketing, mas para alguns clientes nós usamos o Mailchimp sim. E você consegue gerenciar lá as listas, você consegue segmentar.

Com a Rainmaker Platform, por exemplo… estão pedindo aqui para eu fechar algumas abas de internet porque a minha conexão pode estar um pouquinho baixa, deixa eu fechar aqui. Vamos só encerrar aqui.

Então 54% das pessoas não usam alguma ferramenta de e-mail marketing, 46% das que votaram aqui usam, ok, legal, informação boa para nós sabermos aqui também.

No Rainmaker Platform nós temos fórmulas de automação de marketing. A partir do momento que a pessoa acessou uma página, eu consigo colocá-la em uma outra lista. A partir do momento que a pessoa baixou um e-book ou ela se inscreveu em algum programa, ela cai em uma lista, quando ela acessa uma outra página, ela entra em uma outra lista e sai de uma lista, ela sai do marketing, da lista do marketing para o produto tal e ela vai para a lista do aluno, do produto Y. O Rainmaker tem essa parte de fórmulas de marketing, que também tem no FeedBlitz, que também tem muito bem no AWeber. No Mailchimp eu não me recordo exatamente porque eu me lembro de ter usado já algumas automações no Mailchimp, mas não dessa forma. Enfim, cada ferramenta tem uma peculiaridade interessante, que tem que realmente ser vista mais a fundo para a necessidade de cada um.

MICHELE: Também nos questionaram, Daniel, se nós conhecemos o E-goi, e quais as vantagens de desvantagens comparadas ao Mailchimp.

DANIEL: O E-goi é interessante eu já usei há alguns anos, mas eu não usei na prática. Eu fiz alguns testes, achei interessante, bacana, mas não foi a ferramenta para mim ou para algum cliente na época.

Se você tiver mais perguntas, pessoal, por favor, façam, que a Michele está vendo essas perguntas, ela está fazendo algumas das que estão aparecendo, mas vamos deixar mais para o final, nós já estamos encerrando aqui.

Só para nós finalizarmos. Novamente, as inscrições estão abertas para o curso Redação Publicitária com Foco em Produção de Conteúdo. A Michele vai falar um pouquinho rapidamente do curso. Michele.

MICHELE: Isso. O nosso, curso ele vai exatamente nessa veia que nós trabalhamos nesses dois webinars. O nosso foco hoje está no cliente, não está no produto. E nesse curso você confere um passo a passo bastante interessante, bastante prático, principalmente para você usar a internet e o novo marketing para você conseguir alavancar o teu negócio, tua empresa ou se você for um freelancer ou uma agência, para entender como utilizar desse novo modelo de abordagem com mais sucesso.

O curso, ele é realmente focado na prática. Você consegue aprender muita coisa que você consegue utilizar o teu dia a dia para conhecer a sua audiência, saber como planejar a estratégia, saber como ter ideias. Porque muitos dos questionamentos que nós ouvimos é “eu estou fazendo conteúdo, mas tenho a impressão que em um momento eu não vou mais ter ideias, eu não vou mais saber sobre o que escrever. E, nesse curso nós conseguimos mostrar que isso não vai acontecer porque você tem como ter uma previsão do que você vai tratar, quando você vai tratar e aí você vai entender quais os conteúdos, quais os diferentes tipos de formato, quando eles devem ser utilizados, quais são as principais características e particularidades. Ele é um curso realmente focado na prática.

Ali vocês conferem na tela o currículo do curso, ele é dividido em três módulos, com várias aulas. Você consegue ter realmente um pontapé inicial, uma frequência, e o que eu tenho a mais, além daquela produção de post que nós conhecemos.

DANIEL: Perfeito. Aqui nós falamos, na página do curso nós explicamos um pouquinho melhor quem é a Michele, quem é o Vitamina Publicitária. Isso daqui é basicamente como que é a parte interna do curso, nós damos uma garantia, você pode testar sem risco nenhum por 15 dias o curso, se você não estiver satisfeito nós devolvemos o dinheiro.

O investimento do curso nesse momento é de 195 reais, dividido em até 10 vezes sem juros, esse valor é até hoje, tá, pessoal? Mas a surpresa que eu falei no início do webinar é que para você que está no curso, que está aqui nesse webinar, você pode se inscrever hoje por 145 reais, até as 10 horas da noite, horário de Brasília.

Próximo passo é, acesse lá vitaminapublicitaria.com.br/redacao, sem o ç e sem o tio, e aí você vai fazer a sua inscrição, você vai ver lá o valor do curso, 145 reais, pode dividir no cartão ou pode entrar em contato conosco e pedir um boleto, envia lá o seu e-mail para [email protected],[email protected] e nós enviamos o boleto para você.

Você vai cair aqui no check-out, vai escolher um método de pagamento, único é o PayPal, mas no PayPal você consegue selecionar qual o cartão que você quer, o PayPal é a maneira mais rápida e segura de pagar online sem compartilhar o seu número de cartão de crédito, conta bancária. Se você precisar do boleto, como eu falei, entre em contato, e você cai no check-out, completa o pagamento e você está dentro o curso. Parabéns, você tomou uma sábia decisão.

Aqui uma espiadinha no que nós temos dentro do curso. Nós temos as aulas aqui à esquerda, conteúdo à direita. Você pode ver também como é que nós usamos o Rainmaker Platform. Olha que interessante, aqui eu falo, “Daniel, conhecer a sua audiência é fundamental.” Nós usamos “como é que eu sei o nome?”, nós temos conteúdo adaptativo aqui, que é algo interessante de nós falarmos também no próximo webinar. E aí você tem os vídeos das aulas efetivamente aqui, fora os materiais adicionais, recursos, links, que a Michele linkou tudo no curso.

Você vai receber a confirmação, é importante que você também clique no link para ativar a sua conta no e-mail marketing. Se você ainda não faz parte de algum outro programa ou curso ou não esteja inscrito em nenhuma lista do Vitamina Publicitária, você clique para ativar o seu recebimento dos próximos e-mails, que nós avisamos das novas aulas que vão sendo disponibilizadas, dos webinars de consultoria que nós também temos aqui. Você recebe um segundo e-mail de confirmação.

Depois do curso você vai conseguir definir uma estratégia através de um planejamento estruturado e relevante para a sua audiência. Você vai saber por onde começar, como produzir conteúdo de sucesso, como divulgar e como criar conteúdo viral para as redes sociais, qual que é o tipo certo de conteúdo para cada público e vai saber desenvolver um conteúdo engajador. Próximo passo pessoal, acessa lá vitaminapublicitaria.com.br/redacao. Nós nos vemos lá dentro.

Aqui são alguns print screens de depoimentos, de comentários de alunos, mais especificamente aqui são comentários do vídeo de lançamento de um outro curso que nós tivemos, que era O Segredo das Mídias Sociais, o pessoal costuma gostar bastante dos nossos conteúdos. E foi um prazer receber todos vocês que estão aqui hoje. Qualquer dúvida que tiver mais aqui, envia na caixinha de respostas aqui, de dúvidas e comentários ou no chat, que nós vamos começar a tirar essas dúvidas aqui agora por cima.

E o próximo passo já é acessar lá vitaminapublicitaria.com.br/redacao.

Michele, temos mais dúvidas?

MICHELE: Nos pediram se os cursos que o Vitamina disponibiliza é individual. Os cursos, eles são produtos separados, nós temos valores separados, o Daniel pode falar um pouquinho mais sobre isso, mas cada curso, assim, nós garantimos, – e eu garanto porque eu fiz os cursos -, valem muito a pena, contribuem muito para a prática mesmo da estratégia.

DANIEL: Perdi o áudio, Michele.

MICHELE: Ah, certo.  Nos solicitaram se o curso que nós disponibilizamos são individuais. São produtos separados, são produtos isolados. Não há, por exemplo, comentaram conosco que “ah, se eu pagar mensalmente para o Vitamina, tenho acesso a todos os cursos?”. No momento nós temos cursos separados, não é?

DANIEL: Exatamente. Não nesse momento, tá? Mas é a perspectiva. Nós não sabemos exatamente quando, mas é a perspectiva de nós oferecermos cursos, oferecer um membership de todos os cursos, inclusive, nós vamos começar a ter mais cursos aqui, e é a perspectiva, tá, pessoal? Mas não nesse momento.

Michele, meu áudio está bom agora?

MICHELE: Agora sim.

DANIEL: Eu perdi o áudio mais ou menos por aqui, não foi?

MICHELE: Isso. Mas foi só sobre a questão dos produtos, de como eles são disponibilizados no Vitamina.

DANIEL: Tá, legal. Bom, pessoal, muito obrigado pela participação de todos. Michele, muito obrigado pela sua participação hoje conosco. E nós nos vemos no próximo webinar.

E, pessoal, vamos lá, se você tem interesse em se inscrever no curso, vitaminapublicitaria.com.br/redacao. Michele, muito obrigado e até a próxima.

MICHELE: Brigado pessoal. Sobre o pagamento do curso, nós temos via PayPal e via boleto, é só entrar em contato diretamente no e-mail do Daniel, no [email protected] ou [email protected], que ele providencia essa parte para vocês.

DANIEL: Pessoal, nós estamos encerrando aqui, mas quem tiver mais dúvidas pode entrar em contato no e-mail, que nós também tiramos as dúvidas, nós vamos ficar online aqui pelo menos até às 10 horas, onde nós oferecemos esse valor promocional, para tirar as dúvidas, senão, amanhã estamos aí de volta, e vemos você no nosso próximo webinar. Michele, muito obrigado, boa noite.

MICHELE: Obrigada, tchau, tchau.

DANIEL: Tchau, tchau.

Por Daniel Zollinger Chohfi

Daniel Zollinger Chohfi é empresário, publicitário, e ajuda empreendedores a construírem seus negócios com a internet.

Há mais de 15 anos no mercado, já foi dono de agências de marketing digital no Brasil, morou nos EUA, e é editor-chefe do Vitamina Publicitária, eleito como um dos melhores blogs de marketing pela Hubspot. Recentemente foi destaque na Copyblogger, considerada a bíblia do marketing de conteúdo pela VentureBeat.

Uma resposta em “MNM 11: As 10 Melhores Ferramentas para Produzir Conteúdo”

Seu blog tem muita qualidade, coisa que não acho em outros blogs, os materiais, existentes em outros páginas web não apresentam estas alegaÁıes completas que consegui ler aqui. Parabéns ! isso me lembrou porque sou apaixonada por marketing afiliado… Na verdade, há algum tempo me senti perdida, hoje trabalho com marketing digital de afiliado ajudo as pessoas a viver da internet, vivo o estilo de vida que eu queria. Se você está começando agora e se sente perdido, assista ao treinamento gratuito abaixo, espero que ajude alguém.
>> http://bit.ly/Mini_Curso_Afiliado_Grátis

Comente: