Categorias
Blog Digital

3 startups nacionais que estão no caminho do sucesso mundial

Elas ganharam destaque durante a bolha da internet entre 1996 e 2001, e hoje cada vez mais investidores colocam seu dinheiro sempre esperando atrair grandes lucros e projetos inovadores. Hoje vamos falar das Startups no mercado brasileiro.

Elas ganharam destaque durante a bolha da internet entre 1996 e 2001, e hoje cada vez mais investidores colocam seu dinheiro sempre esperando atrair grandes lucros e projetos inovadores. Hoje vamos falar das Startups no mercado brasileiro.

O crescimento das startups no Brasil também está aliado ao aumento do índice de universitários no país, pois são eles que em sua maioria criam novas ideias e tem a coragem necessária para botá-las em prática. Para isso, precisam dos investidores, que servem como um capital inicial e, como dito anteriormente, esperam os lucros das ideias inovadoras.

A internet torna mais barato criar um software ou aplicativo do que uma empresa de agronegócio ou uma rede de lojas, por exemplo, e pode servir como um veículo de expansão de uma startup, caso o negócio tenha sucesso. O importante é ela vir ser a escalável, ou seja, possa gerar um modelo de negócios que torne a empresa sustentável. Se alcançar esse ponto, daí ela não será mais uma startup.

Entre tantos destaques, selecionamos três que têm essa chance de crescer e se sustentar no competitivo mercado brasileiro. Veja quais são:

 

PSafe

A PSafe tem como mote principal o fornecimento de uma plataforma de antivírus gratuita. A startup recebeu um aporte de investimento de US$ 30 milhões, provenientes de três fundos: Qihoo 370 Technology, Pinnacle Ventures e Redpoint eVentures. Todo esse montante será usado no desenvolvimento contínuo da plataforma e na busca para chegar a 100 milhões de usuários ativos. Hoje, a empresa conta com 30 milhões e atua, principalmente, entre as classes C e D brasileiras. Site oficial

 

Já Entendi

O Já Entendi é uma startup de inteligência educacional voltada aos alunos do ensino médio e pré-vestibular, principalmente aqueles focados em ir bem no ENEM. O site do projeto oferece vídeo-aulas, jogos educacionais, aplicativos para tablets e smartphones, tudo isso para facilitar e motivar o estudante. Para desenvolver a ideia, a fundadora Gladys Mariotto investiu cerca de R$ 200 mil e negocia com investidores um novo aporte. Site oficial

 

My Weenkel

É uma plataforma desenvolvida em uma rede social que procura ajudar seus clientes a revenderem, trocarem, alugarem e emprestarem seus objetos. A rede auxilia os usuários a aproveitar sua própria rede de amigos para trocar produtos e fechar negócios. Além de participar do concurso da Intel, o My Weenkel foi uma das startup que representaram o Brasil no Talent and Innovation Challenge of Americas, em 2013. Site oficial

Este é um post do leitor convidado Carlos Eduardo.

Quer saber mais sobre starups no mercado brasileiro? Leia o livro Empreendedorismo Inovador – Como Criar Startups de Tecnologia no Brasil – Nei Grando.

Por Daniel Zollinger Chohfi

Daniel Zollinger Chohfi é empresário, publicitário, e ajuda empreendedores a construírem seus negócios com a internet.

Há mais de 15 anos no mercado, já foi dono de agências de marketing digital no Brasil, morou nos EUA, e é editor-chefe do Vitamina Publicitária, eleito como um dos melhores blogs de marketing pela Hubspot. Recentemente foi destaque na Copyblogger, considerada a bíblia do marketing de conteúdo pela VentureBeat.

Comente: