Categorias
Blog Variedades

Assange.doc

É simplesmente impossível negar que a campanha “Não tem preço” da Mastercard é uma das mais bem sucedidas da história. Ao redor do mundo, diversos países fizeram suas versões para o mote com spots, comerciais, anúncios e até promoções. E, claro, milhares de paródias surgiram ao longo dos muitos anos que se passaram desde que a campanha foi lançada. Mas a “paródia” feita com o criador do WikiLeaks é provavelmente a mais provocativa delas.

Além de comentar sobre o bloqueio fiscal sofrido por Assange, o vídeo coloca o criador do WikiLeaks como um verdadeiro herói que está ajudando a mudar o mundo através do seu trabalho. Taí uma ideia que ficou boa mesmo sendo bem requentada. Podia apenas não ter um cara qualquer ali atrás do Assange bem na hora que ele é focalizado. Prestei mais atenção nele do que no Julian.

De qualquer maneira, essa foi uma maneira muito inteligente de chamar atenção das pessoas quanto ao gasto que um site como o WikiLeaks representa e a importância da ajuda financeira de quem acredita na causa. A frase do final é a alfinetada fatal da peça: “Existem algumas pessoas que não gostam de mudanças. Para todas as outras, existe o WikiLeaks.”

Post de Melissa Pio – Garotas de propaganda

Gostou deste artigo? Então torne-se fã do Blog no Facebook!

Comente: