Categorias
Blog Marketing

Como iniciar uma Startup

Já ouviu falar em Startups? Claro que sim, e por mais que não tenha prestado atenção esse é um dos assuntos mais falados da atualidade.

A geração Y está entrando para história como uma das mais produtivas quando se falam em novos negócios, exagerei? Talvez, mas é claro que ao contar os feitos dos meus contemporâneos assim como meus pais tiveram muitas histórias para contar a respeito de bandas e lançamentos televisivos, falarei sobre a capacidade de empreender e criar soluções criativas para tudo que é tipo de problema com o maior orgulho possível.

Já ouviu falar em Startups? Claro que sim, por mais que não tenha prestado atenção esse é um dos assuntos mais falados quando o tema do veículo é economia e empreendedorismo. Se ainda não teve a oportunidade de se perguntar do que se trata, aqui vai uma pequena definição made in Wikipédia:

“Uma companhia start-up ou startup é uma empresa com um histórico operacional limitado. Essas empresas, geralmente recém-criadas, estão em fase de desenvolvimento e pesquisa de mercados. O termo se tornou popular internacionalmente durante a bolha da internet, quando um grande número de empresas .com foram fundadas.”

Você tem aquele sonho de empreendimento criativo que tem certeza que vai render muita grana futuramente? Que massa, e não executa por que? A maioria deve responder por falta de dinheiro e o resto provavelmente nem sabe por onde começar. Vou dizer uma coisinha que pode mudar toda a sua visão sobre a sua carreira: O mercado está interessado em você e provavelmente está perdendo tempo!

Seguem algumas formas para transformar seu sonho em realidade sem nem um pingo de magia:

Bootstrapping

Comece a economizar, coloque seu sonho como foco e siga em frente. Esse método é o de iniciar a sua startup com fundos próprios sem nem uma moeda de ajudas externas e pra isso é preciso ralar.

Encontre um investidor anjo

Anjo é por obrigação pessoa física que também é um empresário que não tem medo de perder dinheiro investindo em novas ideias. Nos EUA o governo pede até comprovação fiscal de que o colaborador realmente não precisa daquele dinheiro. Falando assim parece bem distante da nossa realidade, mas não é.

Empréstimo bancário

Esse é o mais tradicional de todos, Steve Jobs começou assim e quem sabe você também pode começar, não é fácil, mas é uma opção.

Incubadoras

São instituições sem fins lucrativos que lhe abrigam e ajudam a desenvolver um bom negócio, dando uma estrutura que irá dividir com outras empresas e auxilia a encontrar investidores e desenvolver habilidades cruciais para vencer no mercado.

Aceleradoras

É praticamente uma incubadora, no entanto possui fins lucrativos por terem sido desenvolvidas com capital privado e haver de fato um dono + um interesse pessoal que o seu projeto realmente dê certo. Elas promovem praticamente todas as práticas que uma incubadora, mas ao fim do período de aceleração, que pode ir de 3 meses há 1 ano, a empresa resguarda uma parcela acionária da startup.

Crowdfunding

Site de financiamento colaborativo onde você expõe seu projeto e outras pessoas contribuem financeiramente para que ele aconteça, tem poucos, mas já fizeram muitos projetos bacanas acontecer.

 

O primeiro passo é se distanciar um pouco e pensar criticamente no seu projeto, tente imaginar como seria o desenvolvimento dele e em qual desses métodos sua atual situação se encaixa melhor, mas seja sincero, esse é um passo realmente importante.

Sempre acabo passando muito da minha opinião para os posts e agora não será nem um pouco diferente. Pessoalmente me identifico muito com dois desses métodos e acredito que um dia vá ser eu a finalmente montar o meu próprio negócio, são eles:

1- As aceleradoras, primeiramente por trabalhar em uma (claro) e porque acredito de verdade que essa interação entre os acelerados e o suporte que todo o ambiente de treinamento lhe dá faz toda a diferença para a maturidade de um olhar empreendedor, além disso, existem várias opções dentro e fora do país o que torna o ingresso do seu projeto em uma delas uma coisa bem possível. Na hora de escolher com qual deseja assinar contrato, procure sobre os eventos promovidos pela aceleradora, conheça as empresas aceleradas de mesmo direcionamento que a sua e se possível converse com alguns dos acelerados e conheça os mentores.

Para conhecer o trabalho de algumas aceleradoras, visite:

Oxy – 1° Aceleradora nordestina.

21212 – Uma das maiores aceleradoras do BR.

Wayra – Uma aceladora internacional.

Lista com outros grandes nomes.

2- O crowdfunding pra mim é a materialização da frase “sonho que se sonha junto é realidade” e se um dia não me ocorrer nenhuma ideia tão bacana, pode ter certeza que vou continuar colaborando nas que eu mais acreditar. Quando falo com esse arzinho romântico e animado estou sendo bem sincera, imagine a sensação de perceber que o seu projeto vai virar realidade por que além de você outras pessoas também acreditaram e quiseram ser parte da sua alegria. Brega? Ah…mas é lindo né?

Visite alguns sites e com certeza não vai ficar sem doar:

Cartase -Uma das maiores plataformas de financiamento colaborativo do Br.

Kickstarter-Uma das primeiras plataformas internacionais.

Cineasta – Primeira plataforma brasileira especializada em projetos audiovisuais.

Ideiame – Um dos maiores da america latina.

Mas as coisas não são tão fáceis assim, somente 70% das startups que surgem se mantêm de pé por mais de 2 anos. Não dizem que “se é pra sonhar, sonhe alto!” e que “só se aprende a andar caindo”? Pois lute e o seu projeto pode sim fazer parte dos 30% vencedores, mas para isso é bom usar toda a ajudar possível!

Depois de tudo isso, vale lembrar que tenho um projeto chamado Jovens & Empreendedores que entrevista pessoas de até 30 anos que conseguiram montar seus negócios na área de empreendedorismo criativo. Visite e se tiver uma boa história para contar, vai ser um prazer ter você conosco!

Por Jess

Formada em design de moda e publicidade e propaganda. Aprecia sem moderação filmes e série sempre que possível, escreve poesias para passar o tempo e produz conteúdo para blogs de moda. Acesse seu Facebook.

Comente: