Diálogo

– Alou?

– Oi! Por favor, o Mário?

– Ah, qualé amigo? Acha que vou cair nessa? Em pleno 2013?

– Essa qual camarada? Não fiz piada alguma. O Mário tá por aí?

– Meu, você tá gastando seus créditos pra tentar fazer alguém do seu lado dar risadinhas. Larga dessa vida rapá! Seu grupo social não precisa disso aê.

– Meu Deus. Você tá bem rapaz? Só perguntei do Mário. Ele tá em casa ou não tá?

– Você sabe que é irrelevante. O Mário não é o sujeito em questão aqui.

– Então qual é o sujeito? Já vo amor, pera um pouco! Hein? Quem é o sujeito?

– Sou muito inteligente pra você. Não vai me pegar nunca. Desista agora, antes que seja tarde.

– Ah vá se danar! Tu, tu, tu.

Segundos depois, o mesmo telefone volta a tocar.

– Alou?

– Alô. Com quem falo?

– Com quem você quer falar?

– Quero falar com o Mário.

– Você novamente? Não se cansa não? Foi humilhado perante seus amigos e quer repetir a dose?

– Pai todo poderoso! Cansar do que? Amor, só mais uns minutos! Tô tentando falar com o Mário aqui! Você bebeu hoje rapaz? Ainda é terça-feira!

– Nunca estive tão consciente de todas as minhas faculdades mentais. Desista. Você nunca me pegará com esse trote clássico e exaustivamente usado.

– Olha amigo – Som de respiração profunda ao fundo -, eu tenho trinta e dois anos, não preciso passar trote pra ninguém para dar boas risadas. Ou eu nem precise de risadas mais. Já passei da idade. Agora quer fazer o grande favor de trazer o Mário pro telefone?

– Boa tentativa. Boa jogada! Essa eu gostei.

– Como? Não sei quanto querida, ele é louco! Acho que liguei pro número errado duas vezes seguidas.

– Quero dizer que suas últimas palavras quase me fizeram perder o controle e cair no seu trote. Mas eu sou a sua Kryptonita, querido Super-Homem. Sou o seu Coringa, amigo Batman. Nada adiantará.

– Então eu sou o super-herói agora? Você é o vilão? Todos sabem que o vilão está sempre errado!

– Mas não este vilão. Sou o primeiro vilão que supera o herói. No caso, você.

– Mas eu simplesmente não fiz nada.

– Então se o que diz é verdade, você é o Aquaman.

– E você é o ralo do meu oceano? Ou a fábrica multinacional poluindo minhas águas?

– Engraçadinho. Não tente levar isso na brincadeira agora que está perdendo.

– Não, não! Agora quero saber quem ganharia se houvesse alguma disputa. Docinho, estou na guerra pela honra, já vamos sair, calma! Hein? Quem?

– Lógicamente que serei eu o vencedor. Desde o primeiro minuto da ligação eu já sabia de suas intenções malígnas. Era fácil prever e proteger a mim e a minha família de suas mãos malígnas!

– Acho que não. Eu liguei com a intenção de fazer você perder o seu tempo. Seu precioso tempo de vilão. Tempo que você usaria para planejar ataques aos pobres e oprimidos desprovidos da minha poderosa proteção.

– Proteção esta que fala no telefone comigo. Então estamos os dois perdendo tempo aqui. Afinal, você está. Porque eu estou ganhando.

– Já chega! Vou acabar com você.

– Como pretende fazer isso? Através do telefone? Ah, esses heróis de hoje em dia. Tsc tsc.

Querida, não! Por favor, eu resolvo! Alô? Tá ai ainda?

– Sim.

– Minha mulher falou que você deve ser o filho do Mário.

– Droga! Ela é muito melhor que você. Maldição.

– Ahá! Tenho a melhor ajudante do planeta.

– Bom…

– Chame seu pai, o Mário. Por favor.

– Ele não está, foi viajar ontem e só volta no domingo.

– Ah, obrigado.

– Como eu disse várias vezes, eu estava vencendo.

– Não acre…

Tu tu tu.

Related Articles

20 Sites com Mockups GratuitosDescubra 20 sites com milhares de Mockups gratuitos!

Todo empreendedor criativo ama Mockups! Selecionamos 20 sites com milhares de Mockups gratuitos para você!