Categorias
Blog Variedades

Diário de Classe e o exercício da cidadania na web

Um dos assuntos mais falados em 2012 foi, certamente, o Diário de Classe, página que a estudante Isadora Faber criou para contar sobre os problemas da sua escola.

Muita gente apoiou Isadora na iniciativa, centenas de outras páginas semelhantes surgiram por todo país, mas a verdade é que, mesmo com toda a repercussão, Isadora não conseguiu seu objetivo: mudar de fato sua escola.

Por mais que os problemas pontuais fossem resolvidos, como o conserto de uma fechadura ou uma comida melhor na merenda, a importância no Diário de Classe não foi entendida pela escola, que viu a página como um problema a ser combatido. A escola de Isadora perdeu uma importante oportunidade de debater esse fenômeno e a importância das redes sociais na escola e na vida dos alunos.

Cada vez mais cedo, as redes sociais passam a fazer parte do cotidiano dos alunos e essa é uma realidade imutável. Mais do que entreter, as redes podem se tornar ferramentas de interação valiosas para auxiliar no seu trabalho em sala de aula, desde que bem utilizadas. Além, é claro, do uso cotidiano. Hoje, o acesso as redes sociais e a compreensão desses fenômenos têm papel fundamental no exercício da cidadania. Fazer o melhor uso dessas ferramentas pode transformar comunidades e vidas inteiras.

Isadora não se tornou uma web celebridade, ela se tornou uma cidadã atuante. Uma pena sua escola não ter compreendido isso.

Para quem se interessa por cidadania na web, dia 5 de fevereiro foi o Dia da Internet Segura e rolou um debate muito rico com Marcelo Tas, o deputado Jean Wyllys, a ministra Maria do Rosário, entre outros convidados, que falaram desse e de outros temas importantes.

Comente: