Categorias
Blog Variedades

Empreendedorismo Social e as Redes Sociais

Uns chamam de crowdsourcing, outros de conteúdo colaborativo, eu chamo de empreendedorismo social, pessoas em rede, lidando e empreendendo com pessoas. O mundo está passando por uma era de transformação global, onde os relacionamentos estão cada vez mais fortes e estão guiando o mercado, o tal do Capital Social, que tem valor incalculável.
O homem é o personagem principal dessa história, é capaz de ser diferente, inovar, empreender, sai às ruas, protesta, não aceita mais a sua realidade sem lutar por ela e usa as redes sociais como ferramenta de combate. É como dizem “Você é o que você compartilha”, então, o que você faz com suas redes sociais?

Tem gente que as usa pra protestar pacificamente, como esse grupo de publicitários que gravou um vídeo protestando contra os buracos das ruas de Porto Alegre, de uma forma diferente. Dá uma olhada.

Tem gente que usa pra contar pro resto do mundo, através de um portal, a vida nas favelas do Morro do Alemão, Santa Marta, Cidade de Deus e Vigário Geral, no Rio de Janeiro. Estou falando do Jornal Voz da Comunidade, criado por Renê Silva, que tinha 11 anos na época, com o intuito de retratar a realidade em que vive. Não conhece? Então apresento: http://jornalvozdacomunidade.com.br/

Jovens do interior paulista criam um Projeto chamado Faça Valer e convidam as pessoas através das redes sociais a postarem, dizendo o que é fazer valer a pena na vida delas. Resultado: pessoas partilhando histórias e ajudando umas as outras. Site: www.projetofacavaler.com.br

Esses são exemplos dentre tantas e tantas pessoas criando suas oportunidades e empreendendo pelo mundo afora, através das pessoas. Isso vale também para empresas. Um exemplo é o próprio Twitter, quer criou um site chamado “Twitter Histories” pra que pessoas contem suas histórias, dizendo como a rede social o ajudou de alguma forma. “Cada história nos faz lembrar que existe humanidade por trás dos tuítes que tornam o mundo menor”, diz mensagem publicada pelo Twitter. Pra saber mais, acesse: http://stories.twitter.com/

Não tá convencido ainda? Olha esse outro exemplo. A 3M tem um Portal chamado “3M Inovação”, estimulando a inovação, mudança, criação e atitude, dando às pessoas a oportunidade de exporem suas ideias, interagirem, colaborarem de uma forma livre, contribuindo para um mundo e uma vida melhor. Acesse o site: http://www.3minovacao.com.br/

Enquanto empresas cegas e movidas pelo lucro, vaidade e poder ainda brigam com seus concorrentes, estão nas redes sociais divulgando seus preços e “promoções incríveis”, outras pessoas, oferecem abraço grátis nas ruas, buscam uma sociedade diferente, com as mesmas condições pra todos. Por que estou dizendo isso? Pra nós, jovens, adultos, estudantes, empresas, publicitários, enfim, começarmos (se ainda não o fizemos) a perceber esse novo homem, que tem atitude, que reclama, que abraça, que tem o poder de escolha sobre sua marca, e começar a aprender com ele e acima de tudo, interagir e investir nele. Fica a reflexão.

 

Por Fernanda

Fernanda Spinosa é estudante de Publicidade, com o pé na Produção de Conteúdo Digital e Social Media. Trabalha há 2 anos na área, gosta de Chaves e não dispensa uma boa música, seja o ritmo que for.

Comente: