Categorias
Blog

MNM 22: Futuro das Mídias Sociais – Entrevista com Thiara Deusdedith

Thiara-Deusdedith

Para onde estão indo as mídias sociais? Nesta conversa com Thiara Deusdedith da AgoraPulse, conhecemos melhor essa ferramenta tudo-em-um e trocamos algumas ideias sobre o futuro das mídias sociais.

Nesta entrevista, você vai aprender:

  • Porque o inglês é fundamental para o marketing digital.
  • O que Live Video, Webinars e Hangouts tem em comum.
  • Quando não ter medo de receber um “não” transforma a sua vida.
  • Como a AgoraPulse dobrou os resultados com o suporte em português.
  • Quais as estratégias que funcionam para a expansão da AgoraPulse no Brasil.

Ouça o Podcast Mídia, Não Marketing, abaixo…

[player]

Notas do Show

Destaques, Dicas e Bônus

  • Use a internet para atender seus clientes onde quer que você esteja.
  • Não use apenas promoções nas mídias sociais. Crie um relacionamento de longo prazo.
  • Aprenda inglês. É fundamental para o marketing digital.
  • Não tenha medo de receber um não. Tenha cara de pau para ir mais longe.
  • Use os descontos que o Vitamina tem em parceria com a AgoraPulse.
  • Faça o monitoramento de suas mídias sociais.
  • Busque as hashtags que mais estão sendo usadas no seu mercado.
  • Use ferramentas de mídias sociais.
  • Agende suas publicações nas mídias sociais.
  • Faça parcerias de guest posts.
  • Use o Stories das mídias sociais, mas sempre estrategicamente.
  • Use o OBS para fazer lives diretamente do desktop.
  • Você não precisa se expor e pode mostrar apenas a tela.
  • Não tenha medo de trabalhar ganhando pouco. Ganhe experiência, porque sem ela você não vai ganhar muito.
  • Esteja aberto para ajudar as pessoas.

Transcrição

DANIEL: Olá. Seja muito bem-vindo a esse episódio do podcast Mídia, Não Marketing. Hoje estamos com Thiara Deusdedith. Falei certo, Thiara?

THIARA: Falou, falou sim. Perfeito.

DANIEL: Legal. Maravilha. Thiara é publicitária, amante de marketing digital e relacionamento com o cliente, e é gerente de comunidade da Agorapulse aqui no Brasil. Thiara, o cargo está correto?

THIARA: Isso mesmo. Às vezes eu falo que eu sou um faz tudo, mas vulgo gerente de Marketing da comunidade no Brasil e Portugal.

DANIEL: E você mora na Bahia?

THIARA: Isso. Eu moro em Salvador, mas às vezes eu viajo, então esse trabalho para mim é perfeito porque eu posso atender os clientes de qualquer lugar que eu esteja.

DANIEL: Que legal. Uma nômade digital?

THIARA: Isso mesmo. Inclusive, tem uma entrevista que saiu há duas semanas mais ou menos contando um pouco sobre a minha história, se você quiser eu posso compartilhar depois com vocês.

DANIEL: Com certeza. Já vou pedir para você contar a sua história. E eu vi, eu vi por cima na verdade, não conseguir ir a fundo nessa entrevista de você como nômade digital, eu vi mais dos nossos parceiros do marketingdeconteúdo.com, vi mais algumas outras também aí por cima.

Mas a Bahia é maravilhosa, sorria você está na Bahia.

THIARA: Bem isso. ((risos))

[pbs_sidebar id=”destaques”][/pbs_sidebar]

DANIEL: Semana retrasada eu estava em Comandatuba. Conhece?

THIARA: Não conheço, acredita? Tem muito lugar aqui que eu ainda não conheço. Eu conheço mais outras cidades, outros estados, mas as maravilhas daqui eu ainda tenho que explorar mais, confesso que eu tenho que explorar mais.

DANIEL: Comandatuba é fantástico, fica a dica aí para você e para quem estiver ouvindo a gente, que vale a pena a viagem, é lindo e ajuda a renovar as energias.

THIARA: Com certeza.

DANIEL: Thiara, conta um pouquinho da Agorapulse para quem não conhece. O que que é a Agorapulse? Como é que funciona?

THIARA: A Agorapulse, para quem não sabe, é uma ferramenta francesa, ela foi iniciada, mais ou menos, em 2008 para 2009 com o intuito de oferecer aos usuários um aplicativo voltado mais para promoções no Facebook. Ou seja, aqueles aplicativos de sorteio, concurso de foto.

Porém, com o passar do tempo, realmente, o meu chefe, o diretor da empresa, ele percebeu que só isso não segurava cliente porque são promoções aleatórias que as pessoas fazem, tipo sazonais, um feriado, Dia das Mães, Dia dos Pais, enfim, e depois somem, não aparecem novamente.

Com o intuito de fidelizar realmente essa lista de clientes que ele já tinha, ele foi explorando e hoje temos uma ferramenta tudo em um. Traduzindo ao português, ao pé da letra, seria uma ferramenta tudo em um.

O que seria? Você que tem uma empresa de marketing, ou até trabalha sozinho, e precisa realmente gerenciar diversas redes sociais, você consegue gerenciar todas as redes sociais, as principais, Facebook, Twitter, LinkedIn, Instagram, Google Plus, tudo em um central, digamos assim, um painel único. E, hoje em dia, acredito que os brasileiros já conhecem a (HootSuite 04:18), umas outras ferramentas que tem também aqui no Brasil.

Porém, como que eu cheguei até a Agorapulse. Eu trabalhei durante dois anos em uma empresa canadense, quando eu fiz um intercâmbio no Canadá, justamente para aprender inglês. Eu trabalhei lá por dois anos, na (Wishpond 04:38). E, voltando ao Brasil em 2014, uma cliente minha, na verdade, me indicou à Agorapulse, para eu usar como pessoa física, digamos assim. E a partir do momento que eu comecei a usar eu achei tão bacana que eu percebi que eu poderia, realmente, me oferecer para trabalhar para eles.

E foi o que eu fiz, fui na cara de pau mesmo, eles não tinham nenhuma vaga aberta, eu simplesmente mandei o meu currículo em inglês, e com a minha experiência no Canadá, isso contou bastante, eu tinha experiência, aliás, de suporte para o cliente, enfim.

Eles aceitaram fazer um teste comigo, porque eles perceberam que aqui no Brasil os usuários estavam deixando de usar a ferramenta por falta de suporte brasileiro, porque as pessoas viam que os suportes estavam em inglês, então tinham dificuldade realmente de entender até o painel também de administração, tudo isso.

Eu comecei a trabalhar para eles, desde então 2014, para agregar valor tanto ao suporte, como eu falei.

No início da entrevista eu falei que eu sou mais um faz tudo porque como eu sou a única brasileira na empresa, eu tanto faço a parte do suporte, quanto a parte de vendas, e a parte de conteúdo. É um pouco de tudo realmente, mas como a empresa realmente está começando agora, digamos assim, aqui no Brasil, não vejo necessidade de uma pessoa para me ajudar, no momento.

Não sei se deixei claro todas as funções da Agorapulse, mas eu acredito que as pessoas também que têm interesse de entender melhor possa entrar em contato conosco, tanto com você quanto comigo.

DANIEL: Com certeza, fica a dica aqui. Inclusive, pela nossa parceria, nós temos um desconto para quem está ouvindo, pode entrar em contato conosco, nós passamos o contato, ou já entra em contato, pode entrar em contato direto com a Thiara mesmo, e você tem um desconto de acordo com a atualização, para usar a Agorapulse, e é um desconto bem significativo.

São 14 dias de trial, Thiara?

THIARA: Isso. São 14 dias e o usuário pode renovar por mais 14 dias, totalizando um mês. E, a partir daí, podemos ver qual o plano adequado, e a depender do plano escolhido oferecemos até 30% de desconto para vocês que estão ouvindo esse podcast ou é leitor do Vitamina.

DANIEL: Que legal. Maravilha. A sua missão hoje é expandir a Agorapulse aqui no Brasil.

E como é que funciona essa estratégia de expansão? O que que vocês fazem? Marketing de conteúdo? Vocês estão nas redes sociais, obviamente.

THIARA: Isso. Nós até conversamos sempre, eu e minha diretora de conteúdo, ela é americana, mas assim, nós tentamos adequar cada estratégia para um país, como, obviamente, precisamos estar presentes nas redes sociais. O básico, é isso.

Eu realmente faço monitoramento das nossas próprias redes sociais usando a nossa própria ferramenta, eu estou sempre buscando hashtags que estão sendo mais usadas no Instagram, no Twitter, para alcançar novos usuários, e também influências. E foi assim também que eu encontrei o Daniel, para quem não sabe.

Na verdade, o Daniel já era bem conhecido até quando eu estava no Canadá, já tinha ouvido falar dele, já seguia o Vitamina Publicitária também. Porém, a minha estratégia hoje, esse ano, realmente além de alcançar mais audiência aqui no Brasil é também em Portugal, eu tenho uma dificuldade grande de alcançar aquele público porque nós sabemos que o português brasileiro é bem diferente do português de Portugal.

DANIEL: Sim.

THIARA: O meu objetivo hoje também é fechar uma parceria com algum blog lá em Portugal, mas, por enquanto, essa oportunidade que o Daniel está me dando de dar esse podcast, de um lançamento que nós vamos fazer em breve de um e-book que ele vai falar mais tarde, está sendo muito importante, muito importante mesmo.

Porque aqui você um usuário, um leitor, um ouvinte, vai pensar “nossa, nunca ouvi falar dessa menina, nunca ouvi falar dessa empresa”, não vai querer talvez confiar, não sei, testar a ferramenta. Nós temos esse preconceito, digamos assim, de testar coisas novas. Nós temos um pouco isso.

E como outras ferramentas que acabam sendo nossas concorrentes são maiores, eu acredito que nós temos perdido esse espaço por conta de sermos uma ferramenta menor e não tão conhecida. O meu objetivo, realmente, é deixar a Agorapulse mais conhecida aqui no Brasil e dar a minha cara mesmo.

Futuramente, eu pretendo fazer vídeos tutoriais, talvez também Live no Facebook, no Instagram, enfim, acho que é uma coisa que vale a pena tanto para mim como pessoa, quanto para empresa. Acho que eu vou agregar mais valor para a empresa. E também vira e mexe, porque eu trabalho com conteúdo, como o Daniel falou, nós criamos, nós temos um blog para conteúdo, nós passamos algumas dicas lá no blog da Agorapulse, em português, algumas pessoas acabam encontrando o meu Facebook, porque o meu nome é muito fácil de encontrar, Thiara Deusdedith não tem muitas por aí.

E, a partir disso, tem muita gente que me procura pedindo conselho “ah, eu vi aquele post seu.” Assim, eu acredito que com o Daniel aconteça isso também, e eu quero aproveitar isso, de as pessoas darem o primeiro passo, digamos assim, de me procurar, de perguntar. Às vezes nem é alguma coisa relacionada apenas à Agorapulse, mas perguntar uma dica de marketing, ou como eu faço, enfim.

Eu quero também tentar juntar tudo isso, tanto a minha ajuda pessoal, digamos assim, uma consultoria, com a oportunidade de oferecer desconto e o teste na Agorapulse.

A minha estratégia basicamente é essa, firmar parceria, como nós estamos firmando agora, e seguir com a estratégia de conteúdo.

Hoje nós temos pelo menos três posts por semana no blog, e eu vejo que a audiência está aumentando também, os leitores estão cientes disso. O foco, realmente, o marketing de conteúdo também eu não posso parar, não posso deixar de lado. Porém, o meu objetivo maior realmente vai ser utilizar mais as redes sociais, como eu falei, tanto com o Stories lá no Instagram, quanto (Maybe). Desculpa, (Maybe), eu estou lendo coisas em inglês ultimamente, fica na minha cabeça. ((risos))

DANIEL: É supernormal.

THIARA: Talvez Live no Facebook, não sei, eu sou um pouco tímida, mas eu acredito que vai ser necessário isso. Vamos ver, no futuro.

DANIEL: O que eu acho bacana que agora entrou o Live do Facebook aonde você pode usar, por exemplo, o OBS, Open Broadcaster Software, se eu não me engano, tem alguns outros programas também você pode fazer do computador, do desktop, e aí você pode compartilhar a tela, você não precisa compartilhar você mesma.

E eu também, não gosto muito de vídeo não, mas também, inclusive, como você comentou, pode ser que se faça necessário em um breve futuro, mas existe essa possibilidade em fazer Lives, compartilhando só a tela.

E você comentou que a Agorapulse ainda não está muito conhecida aqui no Brasil, mas para quem não conhece, Agorapulse é um dos grandes players do mercado. E ela me chamou atenção quando a minha querida mulher que estudou em Berkeley foi apresentada para a Agorapulse em uma aula de mídia social.

Berkeley, para quem não sabe, é uma das faculdades mais renomadas no mundo inteiro, e se Agorapulse é indicada na aula de social mídia de lá, é porque não é à toa, é uma excelente ferramenta, e isso quem fizer o trial, e ainda não conhece, com certeza vai ficar surpreendido porque você tem tudo, você tem monitoramento, você tem publicação.

Antes de entrarmos no ar, a Thiara estava me contando de algumas coisas que vão entrar na ferramenta, é muito bacana. E, pela minha experiência, eu já usei assim, de (inint 00:13:10), como a gente comentou, Meet Edgar, SproutSocial, não todas, mas muitas das grandes ferramentas, até as pequenas, as grátis, as pagas já passaram aqui pelo Vitamina, já passaram por clientes, já fizemos vários testes. Agorapulse está pau a pau, senão muito melhor em várias coisas do que várias outras, do que a maioria, e tem um preço muito bom. E agora com o suporte da Thiara no Brasil não tem por que não usar. Provavelmente vai ser uma das melhores opções que estão aqui no Brasil. E vale a pena investir em uma ferramenta de mídia social, vale a pena, você tem monitoramento e você tem publicação.

THIARA: E menos dor de cabeça também. ((risos))

DANIEL: Nossa! É um tempo que você economiza muito grande.

E aí eu estava me preparando aqui para a nossa conversa, e aí eu vi a sua matéria lá nos nossos parceiros, o rockcontent.com/blog. E aí você comentou que foi a Emília Chagas da Contentools que ajudou você na indicação para trabalhar?

THIARA: Exatamente. Como eu falei uma ex-cliente, porque quando eu estava no Canadá, nessa empresa chamada Wishpond, que também é de aplicativos, e agora eles estão trabalhando com a Newpages e pop-up. Nós também fechamos uma parceria de guest Post, quando ela tinha um outro blog, um outro site, não era Contentools – eu não lembro o nome agora, desculpa Emília -, mas a gente manteve esse contato. E quando eu voltei para o Brasil eu estava lá em Florianópolis e nós chegamos a nos encontrar, eu fui lá na empresa dela e tudo, e ela me indicou, ela falou “ah, eu tenho uma empresa que está precisando de tradução.” Aí eu comecei realmente traduzindo, mas como eu falei, eu meio que fui cara de pau e perguntei se eles não queriam contratar uma pessoa para ficar trabalhando fixo. Isso desde 2014 até hoje, mas foi muito graças à Emília.

E agora, inclusive, ela começou a nos testar, ela está aproveitando esse tempo – não sei se ela está de férias, não sei -, mas ela vai também testar a ferramenta.

Inclusive, uma coisa que é muito importante, eu fico muito feliz de ouvir que o Daniel procurou, buscou, ele gosta também de testar ferramentas, eu acredito que, nós que trabalhamos com marketing digital, é interessante testarmos. Eu faço isso também por prazer e porque eu preciso encontrar o que as outras ferramentas estão inovando, até mesmo para introduzir se for necessário na Agorapulse.

E uma coisa que hoje é um diferencial muito grande na nossa ferramenta é que nós temos a possibilidade de sincronizar anúncios, tanto no Facebook quanto no Instagram.

Isso eu não encontrei, confesso que eu não encontrei em nenhuma ferramenta, posso estar errada, mas não encontrei aqui no Brasil e até talvez no exterior, deve ter poucas porque eu realmente não encontrei no Google. Portanto, você roda anúncio no Facebook ou no Instagram, ou nos dois, você tem a possibilidade de sincronizar esse anúncio com a nossa ferramenta.

Você não vai precisar criar conosco, nós criamos o anúncio. Tem cliente que confunde isso, mas se você já está rodando um anúncio, uma campanha de anúncio, tanto no Facebook quanto no Instagram, nós conseguimos sincronizar essa conta e você vai receber todos os comentários, sem deixar passar nenhum, na sua caixa de entrada da Agorapulse.

É muito interessante porque sabemos que anúncio temos muito comentário que é spam, temos muito comentário inadequado, e com a nossa ferramenta, a ferramenta da Agorapulse, você consegue monitorar até isso, você consegue ocultar aquelas palavras específicas que você entende que vai ser um spam, ou que você realmente não quer que mostre.

Eu faço isso, quando estamos rodando anúncio, inclusive temos tem um tutorial também, que mostra como fazer isso. É muito interessante. Eu acho que ocupa muito o tempo você responder todos os comentários, ocultar, excluir o que for necessário.

Acho que hoje o grande diferencial da Agorapulse, além de oferecermos os relatórios, monitoramento, como o Daniel falou, termos essa possibilidade de você conseguir responder todos os comentários dentro da ferramenta, ocultar, enfim. É muito interessante e ocupa pouco do seu tempo. Eu acredito que isso é o mais interessante para quem trabalha em agência, para quem trabalha sozinho, enfim.

DANIEL: Com certeza. É um bom ponto.

THIARA: Eu sou suspeita para falar, porque eu sou tão apaixonada por essa ferramenta, antes, como eu falei, antes mesmo de trabalhar para a Agorapulse eu já usava a ferramenta, então eu sou suspeita para falar, mas ouvindo do Daniel eu fico muito feliz.

DANIEL: Um bom ponto que você levantou porque a parte de relatório eu acredito que é a melhor que eu já vi, porque algumas outras têm algumas partes que são, – como estávamos comentando antes -, por exemplo, a repostagem do Meet Edgard é muito interessante, eles têm um algoritmo para isso, para repostagem, mas os relatórios da Agorapulse, na minha opinião são os melhores. Inclusive batem o do (inint 00:18:10) Social, que eu acho que é mais caro ainda, não tem desconto. A parte de relatório é muito bacana. Fico feliz que a Emília tenha…

THIARA: E vem novidade por aí, relatório também.

DANIEL: Exatamente.

THIARA: Desculpa.

DANIEL: Não, imagina. Eu fico feliz que a Emília tenha te ajudado, eu conheci ela lá no Vale do Silício na Califórnia há uns dois anos atrás mais ou menos, eu tive a oportunidade de ir lá, conhecê-la, o Elton também, vamos ver se trazemos ela aqui para o show também em uma próxima oportunidade.

THIARA: Ah bacana. Ela é ótima.

DANIEL: Ela é ótima. Fica o nosso abraço aqui para a Emília.

THIARA: Sim. Vou fazer questão de compartilhar com ela esse podcast.

Em relação ao relatório, uma última coisa. Alguns clientes já sabem, que vai ser novidade nesse primeiro semestre de 2017, que nós também vamos conseguir melhorar os relatórios. Nós gostamos, os clientes gostam do relatório. Quem conhece já sabe que o relatório que nós mostramos na web, e o que você exporta para o PowerPoint é um pouco diferente. Vamos incrementar esse relatório do PowerPoint, vamos ter esse relatório mais parecido com o da web, ou seja, com mais dados.

Vamos ter também um relatório a mais, que vai ser um relatório específico para conteúdo. Se você publica muito conteúdo e você quer ver o desenvolvimento desse conteúdo, você vai ter um relatório só para isso, para conteúdo. Nós vamos aumentar os planos, o preço vai ser o que já é, só mesmo agregar valor a ferramenta. Tem muita novidade por aí.

DANIEL: Que bacana. Nós vamos deixar o link aqui, os seus contatos.

Mas me conta um pouquinho, quando que você viu ou descobriu que queria trabalhar com marketing, mídia social? Como que foi isso? Você se formou em Publicidade, não é?

THIARA: Isso. Eu me formei em Publicidade. Eu tenho 27 anos, não falei isso, eu acho que poucos sabem, pela minha voz vocês vão pensar que eu tenho 20 anos, mas eu tenho 27 anos.

Formei em 2011, final de 2011. E, na verdade, sempre gostei de atendimento, trabalhei muito em agência de publicidade aqui mesmo em Salvador, e eu sempre gostei de atendimento ao cliente, nunca gostei da parte de design, de criação. Todo mundo entra na faculdade de Publicidade querendo fazer direção de arte, coisas assim, eu não sou tão criativa, então não era uma área que me enxia os olhos. Eu sempre foquei em atendimento. Como eu fui morar no Canadá para aprender inglês e eu tive a oportunidade que poucos têm, confesso que eu tive sorte porque eu consegui estagiar na minha área. Na nossa área de Publicidade, Marketing, é muito mais fácil trabalhar no exterior, do que, sei lá, um advogado, um médico.

DANIEL: Sim.

THIARA: Eu busquei, realmente, estagiar aquele tempo que eu tinha, os três meses que eu tinha, e deu certo.

A empresa buscava uma pessoa que falasse português, e ao mesmo tempo, fosse publicitária. Foi perfeito para mim e acabou que eu fiquei dois anos, era um estágio de três meses, não remunerado, mas eu achava que valia a pena porque é uma empresa canadense e tudo, ia agregar valor, e ia melhorar o meu inglês também, que no final era para isso que eu estava lá. E acabou que eu fiquei dois anos.

E foi aí, na verdade, nessa empresa, que eu percebi que a agência de publicidade aqui no Brasil, aqui em Salvador não é uma coisa que as pessoas têm muita oportunidade. Lá no Canadá eu realizei que no futuro não seria só isso que eu trabalharia.

Como eu comecei trabalhando com tradução, e ao mesmo tempo suporte, eu fazia uma venda indireta por Skype às vezes, conferências assim. Eu percebi que a minha paixão com atendimento, com suporte ao cliente, podia se juntar aí.

Foi a partir desse momento que eu percebi que eu poderia também utilizar o meu inglês para conseguir trabalhar em uma startup, “bacana, é muito melhor que trabalhar em uma empresa.” Para mim não sei para vocês, mas para mim trabalhar em uma startup, trabalhar em uma agência é muito mais descontraído do que trabalhar naquele horário certinho, uma empresa e tal. Foi aí que eu fui me apaixonando.

E quando eu voltei para o Brasil, eu tive essa oportunidade de entrar na Agorapulse. Para mim foi perfeito porque eu continuo viajando, continuo trabalhando com o que eu gosto, eu realmente aprecio muito essa parte de suporte, atendimento. Como eu falei, as pessoas procuram, às vezes, no Facebook, para pedir um conselho, uma ajuda, uma consulta, enfim, e eu adoro ajudar realmente.

Eu conseguir juntar, eu vejo que eu consegui juntar o que eu gosto que é atendimento, suporte ao cliente, com marketing.

E o futuro assim, eu vejo que mesmo sendo tímida, acredito que eu ainda consiga utilizar mais essas ferramentas que estão aí novas, digamos assim, que são a parte de vídeo mesmo, a parte de Live, enfim.

É isso. Eu acho que eu consegui explicar um pouquinho como surgiu a minha paixão, e eu realmente não me vejo trabalhando em uma outra função, em um outro departamento, realmente eu não consigo me enxergar em outro local.

DANIEL: Muito bacana. Eu achei muito interessante que você comentou, que o estágio não remunerado te deu oportunidade de ficar dois anos no exterior, trabalhando na sua área ainda. E muita gente aqui no Brasil seria inconcebível trabalhar de graça, digamos assim.

THIARA: Exatamente.

DANIEL: As pessoas falariam “imagina, de jeito nenhum que eu vou trabalhar de graça.” Só que olha tudo que pode proporcionar. Isso é supercomum do país, e te proporcionou você entrar nesse mercado… entrar assim mais a fundo no digital mesmo, e todas as oportunidade que estão surgindo aí para você, o que é muito bacana.

Fica aí a lição da Thiara para todo mundo, que não existe muito essa possibilidade aqui no Brasil, trabalhar de graça, a não ser que, por exemplo, você como empreendedor pegue projetos, enfim. Você tem até como, mas pela lei inclusive, você não pode aqui no Brasil ser contratado, um CLT, um estágio precisa ser remunerado. Mas fica aí a lição da Thiara.

Thiara, quais são hoje as atividades que você faz que você vê que mais tem a ver com os resultados? Você comentou, por exemplo, o hashtag, então o monitoramento de hashtag, o que é superinteressante. Mas o que que você vê que mais dá resultado para você hoje? Vocês publicam no blog? O que que você vê?

THIARA: Exatamente. Quando eu comecei realmente há quase dois anos atrás com a Agorapulse, como era só eu e é muita coisa para fazer ao mesmo tempo, focamos realmente no marketing de conteúdo. No blog, eu era a responsável por fazer isso, apenas. E aí com o tempo eu fui melhorando, conhecendo melhor a ferramenta, e comecei a fazer o suporte.

E hoje eu percebo que, além dessa parte do conteúdo como eu falei, realmente eu publico pelo menos três vezes na semana, tem ajudado bastante.

Porém, eu acredito que hoje o que tem mais trazido leeds para mim, mais clientes, mais prospects, são essas parcerias que eu tenho tentado fazer, guest post. O meu chefe o ano passado falou “olha, faz guest post”. Eu busquei. Por isso que você falou que encontrou alguns artigos aí com marketing de conteúdo em outros blogs que eu me “ofereci” realmente para escrever. As pessoas pensam que é trabalhar de graça, mas não é, é uma troca mesmo de conhecimento, de trabalho. Eu adorava fazer isso. Hoje eu estou com pouco tempo para fazer guest post, então eu parei um pouco.

E como também estamos focando em conteúdo no nosso blog, eu estou tentando fazer cinco de segunda à sexta, todos os dias, mas é complicado. Por quê? Porque as pessoas pensam que é muito simples, apenas traduzir um conteúdo inglês para o português, mas não é.

Vocês perceberam que a minha mente fica meio travada às vezes, mas eu tento não traduzir, eu leio o conteúdo, que é muito bacana, eles têm cinco pessoas nos Estados Unidos fazendo conteúdo, eles são muito bons no que eles fazem. A pessoa que faz o blog lá do Agorapulse internacional, o blog em inglês, a pessoa só faz isso. Os conteúdos são muito bacanas, são relevantes.

Eu vejo o que tem de relevância para o Brasil, para Portugal, eu procuro adaptar, eu procuro exemplos. Eu acho muito bacana quando você encontra um blog, você percebe às vezes que é traduzido, porém, você vê imagens que elas estão em inglês. Eu faço questão de deixar até as imagens que eu coloco, exemplos reais, exemplos de clientes brasileiros, clientes nossos ou não, exemplos que a pessoa entenda, uma imagem em português. Eu realmente dedico essa parte do conteúdo porque eu acredito que os leitores estão percebendo que passamos não só apenas o que a gente faz, mas também de dicas.

Estou acompanhando no Google Analytics, eu confesso que eu não acompanhava tanto no passado. Os resultados, como você perguntou, hoje eu percebi que desde o semestre passado, meio que setembro do ano passado para cá, que nós aumentamos a produção de conteúdo no blog, consequentemente o número de visitas e o tempo que as pessoas gastam no nosso blog aumentou também. Eu percebi, fiquei feliz, eu vi “nossa, realmente está trazendo resultado”.

E como eu falei, nós estamos focando esse ano também nas mídias sociais. Por sermos uma empresa de mídia social, às vezes também relaxamos um pouco. Hoje nós não temos Instagram em português, só tem o Twitter e o Facebook.

Uma estratégia que eu estou buscando é o Instagram. Hoje, por enquanto, estou monitorando as hashtags, como eu falei, do próprio Instagram em inglês, e eu vejo que dá resultado. Provavelmente vamos criar um perfil em português. E é chato às vezes quando a pessoa entra em contato com você em um comentário do Instagram, – eu particularmente acho chato -, às vezes, quando a pessoa insiste, enfim.

Eu estou buscando outras estratégias para encontrar tanto parceiros aqui no brasil, quanto clientes. E os melhores resultados para mim hoje, tem sido realmente o monitoramento de palavras-chaves que eu tento buscar toda semana na nossa ferramenta.

Uso também bastante o Twitter para encontrar pessoas que estejam utilizando uma outra ferramenta, ou estejam precisando de ajuda, enfim. E eu já encontrei muita gente bacana, tanto para contatos futuros, como uma parceria, quanto clientes também.

Eu acho que hoje o que mais tem trazido resultado, – e quando eu falo resultado eu falo vendas -, tem sido realmente a minha presença nas redes sociais, e conteúdo de blog. Acredito que é isso.

DANIEL: Que bacana. Bastante coisa.

Nós sabemos que é um trabalho sem fim, na verdade. Esses dias até vi na internet, era uma tirinha, algum desenho, algum cartoon assim, “nossa, mas tem muito conteúdo no nosso blog, a gente precisa dar um jeito de melhorar isso.” Aí a outra pessoa falava, “nossa, isso deve dar um bom conteúdo para o blog, mas um infográfico, mais um podcast, mais um vídeo no Youtube.” É muita coisa. Tem que tomar cuidado…

THIARA: Nossa! Para mim, desculpa descordar, mas, para mim é um prazer, eu não produzo um conteúdo original, raramente eu faço isso, eu faço isso quando eu faço um guest post. Às vezes eu acordo inspirada e já preparo, e nem sei para quem eu vou mandar, mas eu já preparo porque não é todo dia que acordamos inspirada, às vezes tem uma novidade no Instagram que você quer compartilhar, enfim.

Mas assim, como hoje eu basicamente adapto o conteúdo inglês para o português, eu acabo aprendendo muito. Tem coisas que às vezes eles lançam no Facebook, para quem está nos Estados Unidos e só chega aqui no Brasil depois também, alguma novidade, às vezes no Instagram também. As contas de empresas para Instagram foi assim, eu lembro que a minha demorou um pouquinho para mudar, enfim. Eu acabo aprendendo ao mesmo tempo que eu estou traduzindo, adaptando esse conteúdo. Para mim é perfeito, é um aprendizado diário, digamos assim.

DANIEL: E não é fácil traduzir. Não traduzir, adaptar na verdade. É que nem editar, às vezes é muito mais fácil você escrever do zero do que editar um post.

O Vitamina chegou a ter 35 colunistas, colaboradores, e era muito post antigamente, e até hoje em dia. Hoje em dia eu acho que a profundidade da edição, ela ficou muito mais rebuscada, refinada, mas antigamente era mais quantidade. Mas essa edição, se aprende muito com essa edição, editar o texto dos outros é realmente uma experiência fantástica, e você traduzindo e adaptando para a cultura brasileira também aprende muito. É muito interessante.

Eu queria te perguntar, Thiara, um pouco sobre o que você vê sobre o futuro das mídias sociais. Eu vou falar a rede, a mídia e eu queria ouvir a sua opinião.

Claro, como comentamos antes, não dá para saber exatamente para onde que tudo isso está indo, nós temos palpites educados, digamos assim, e aí eu acho que é interessante para nossa audiência entender um pouquinho melhor a sua visão, que trabalha especificamente com isso, em uma empresa muito bacana.

Facebook, eles acabaram de entrar com o Messenger Live. Quais são as novidades que você vê que vem por aí?

THIARA: Facebook é sempre uma coisa que ficamos surpreendidos, não é? Eu não sei, há dois anos atrás eu não imaginaria que teríamos o Facebook Live, e como eu falei, eu sou uma pessoa tímida, só fiz até hoje uma Live no Facebook. Fiquei surpresa com o número de pessoas que viram, eu não estava falando nada demais.

E eu acredito que o Facebook Live serve para qualquer tipo de negócio, digamos assim. E eu ainda não tive a oportunidade de testar o Messenger Live. Eu estava digitando pelo aplicativo do celular uma mensagem e, sem querer, abri vídeo e falei “nossa, está atualizado isso aqui, eu nem vi”. Realmente é uma coisa que vai atualizando sem a gente perceber.

Mas outra coisa que eu falei que eu aprendi, essa semana até, sobre a possibilidade de você conseguir agendar uma Live. Eu não sei se algumas brasileiras têm acesso a isso, eu não vi o quanto divulgado isso foi. Mas imagine, hoje você consegue fazer uma Live, ok, todo mundo já sabe disso, as pessoas que trabalham com isso principalmente. Mas essa possibilidade de você agendar uma Live no Facebook é interessante porque você não precisa se preocupar em ficar mandando notificação para a pessoa “olha, vou entrar na Live daqui há cinco minutos”. Quando você agenda isso, as pessoas que se inscrevem quando você agenda e posta, elas já vão receber a notificação, o horário e tal, não sei se cinco minutos antes você recebe uma outra notificação. E isso é bacana porque aí você já vai sabendo que as pessoas estão online, vão estar online, você não vai precisar ter aquele tempo de esperar um pouquinho para que as pessoas cheguem até você.

DANIEL: Que bacana.

THIARA: E assim, falando do futuro, nós, realmente, não podemos prever, mas eu acredito que essa parte de vídeo realmente vai conquistar muita gente.

E não sei o que eles podem atualizar mais, não consigo imaginar, mas tanto no Facebook quanto no Instagram, não sei quanto ao Twitter… O Twitter nós sabemos que eles demoram bastante para atualizar as coisas.

Mas assim, além do Stories que o Instagram incluiu e depois o Live que nós temos, eu só consigo ver essa questão de vídeo para o futuro, não consigo pensar em uma ferramenta publicávamos antes.

Hoje o que nós temos de mais importante é o quê? O agendamento de conteúdo nas redes sociais, que é o que eu faço diariamente. Mas imagina, nós já temos essa possibilidade de agora e agendar também uma Live, não sei se no futuro você vai conseguir agendar uma Live e gravar um vídeo antes para promover, não sei.

DANIEL: Que interessante.

THIARA: Não sei, pensei isso agora.

DANIEL: Seria superinteressante.

Na verdade, eu também não sabia desse agendamento de Live. Temos uma parte bem bacana lá dentro do Vitamina, tanto os grátis como só para assinantes. Ficamos, principalmente 2016, muito focado em webinários. E é interessante saber que o Facebook está indo para esse lado de você poder agendar. Não só o Facebook, mas você vê a quantidade de ferramentas de compartilhamento de tela, compartilhamento de eventos que surge, é gigante. Cada dia parece que aparece uma nova.

Acho muito interessante você ter comentado isso e eu vou dar uma olhadinha mais aí.

Hoje nós abrimos um grupo específico para os assinantes do Marketing Master, que é o nosso programa de coaching dentro do Facebook. Estava no fórum, agora vamos testar grupo no Facebook que alguns assinantes estavam preferindo, nos pedindo.

THIARA: Bacana.

DANIEL: E eu vejo alguns outros parceiros fazendo Lives dentro de grupos. Essa é uma alternativa interessante para vermos.

Tem que ver, obviamente, se dá para usar o OBS, se dá para fazer o compartilhamento de tela nesse agendamento. Porque o que é o mais interessante para nós, nós fazemos, normalmente compartilhamento de slides com o conteúdo, mas também vejo que a coisa está indo para isso. Cada vez mais vídeo e o Facebook sabemos sabe que é uma ferramenta (inint 00:36:41) então você tem que pagar para brincar mesmo, e essa parte de anúncio está crescendo, está ficando cada vez mais especifica, você consegue realmente atingir quem você quer com um budget interessante.

O Instagram, o Instagram Stories você comentou também, para a parte de vídeo. O Snapchat.

Você chega a utilizar o Snapchat, não?

THIARA: Eu sou apaixonada. Como eu falei, eu morei no Canadá então eu criei minha conta quando eu estava lá. Lá estava realmente bombando. Cheguei aqui, poucas pessoas conheciam em 2014 e, desde então, eu uso bastante.

Nós não temos essa previsão de ter o Snapchat na nossa ferramenta, mas assim, particular, pessoalmente, eu uso bastante no meu dia a dia. E foi aí também que eu fui perdendo um pouco da minha timidez.

Por isso que eu falei, eu acredito que esse semestre ainda vou criar algumas Lives no Facebook, talvez no Instagram, quem sabe com dicas, enfim. Mas o Snapchat eu utilizo pessoalmente, não utilizo para trabalho, digamos assim.

DANIEL: Entendi. É, nós também no Vitamina também não usamos.

Com o Periscope aconteceu comigo o que aconteceu com você no Snapchat no Canadá. Quando lançaram o Periscope, eu estava morando em Berkeley, do lado de São Francisco, e o pessoal de São Francisco tinha lançado lá. Tinha acabado de lançar e as únicas Lives que tinham eram o pessoal no bar. Assim, não tinha nada aqui no Brasil, não tinha nada em lugar nenhum do mundo praticamente, era só lá mesmo no pedacinho que estava começando. Foi muito interessante.

Meu primo formou em Stanford, inclusive, eu acredito até que ele vai ouvir agora essa nossa entrevista porque ele estava agora no Brasil esses dias. Inclusive, quando a gente está gravando aqui, agora ele estava em São Paulo foi agora para o Rio. E eu comentei com ele do podcast, ele não estava sabendo que nós aqui no Vitamina temos esse podcast, eu mostrei para ele, mas ele quase entrou para trabalhar no Twitter junto com o Periscope, se eu não me engano. Ele conhecia o pessoal, enfim, formou com o fundador do Periscope em Stanford. Enfim, mas como ele está morando na Europa acabou não dando certo por questões burocráticas lá, enfim. Mas o Periscope era uma ferramenta muito bacana.

Assim, Agorapulse não tem nada de integração com o Periscope, não chega a utilizar, mas você vai aí algum futuro para o Periscope ou não? Seria mais com Snapchat ou Instagram Stories, Facebook Lives?

THIARA: Se você estiver perguntando em relação à nossa ferramenta Agorapulse, eu acredito que talvez o Periscope, porque sabemos que no exterior é muito grande o Twitter, maior do que aqui no Brasil.

O Snapchat a gente recebe poucas perguntas sobre o Snapchat. Aqui no Brasil nós recebemos mais integração com Agorapulse do WhatsApp do que com o próprio Snapchat. Então, eu realmente não posso prometer que vamos ter essa integração.

O que vamos ter hoje, nesse primeiro semestre, vai ser a integração com o Youtube.

E como você falou, é interessante também essa questão de Lives dentro de grupos no Facebook. Nós também vamos ter essa atualização para você conseguir agendar post em grupos dos Facebook. Que hoje, nós conseguimos agendar para sua página apenas no Facebook. Futuramente nós vamos conseguir agendar conteúdo tanto em grupos do Facebook que você participa, quanto no seu perfil pessoal, às vezes você não tem uma página, você só trabalha com seu perfil pessoal, você vai conseguir também agendar conteúdo.

E eu não sei também te dizer, – mas eu acredito que nós vamos trabalhar para isso -, porque tudo que atualiza no Facebook nós buscamos atualizar na nossa ferramenta também, portanto, futuramente eu acredito que vamos conseguir ter essa opção de agendar a própria Live do Facebook dentro da ferramenta.

Hoje nós não temos isso, conseguimos apenas agendar conteúdo, imagem, vídeo ou texto, enfim.

DANIEL: Que bacana.

THIARA: É. Não sei, o Snapchat para mim, no meu ver, eu não vejo como algo comercial. Tem pessoas que eu sigo que utiliza para apresentar uma aula, mas ao meu ver… Eu achava bacana porque eu viajava muito então, eu gostava de mandar coisas para minha família, para amigos que ficavam aqui no Brasil, eu vejo mais assim.

Agora, o Periscope eu nunca fiz, mas já assisti bastante, acredito que as pessoas que querem aprender, as pessoas que estão também no nosso blog, nossos leitores, gostam também de seguir uma pessoa. É uma aula, não é? É quase um webinário também.

DANIEL: Sim.

THIARA: Eu acredito que nós mudamos o nome, – no inglês no caso -, nós mudamos o nome “ah, eu vou fazer um webinário”, “eu vou fazer um Periscope”, “eu vou fazer uma Live no Facebook.” E assim, o objetivo é o mesmo, é ensinar, é mostrar um pouco do seu trabalho, é também conhecer pessoas.

Eu acredito que o objetivo no final é o mesmo. Só vai mudar o quê? A plataforma. Por isso que eu não sei se eu tenho certeza em qual eu vou aparecer primeiro quando eu conseguir quebrar essa barreira de timidez, porque no Twitter eu não tenho tantos seguidores, aí fico pensando “nossa, eu vou falar para quem? Vou falar para ninguém quase.” Não tenho nem mil seguidores.

Já no Facebook eu tenho, nossa! Muitos amigos, seguidores. Mas o Facebook, o meu, já não é tão profissional, é meio misturado, é família, amigo, enfim.

Já no Instagram, as pessoas que me seguem pensam que eu sou blogueira, blogueira de viagem, de turismo, justamente por isso, porque eu estou sempre viajando e nunca estou de férias, eu estou viajando, estou trabalhando e aproveito para conhecer os lugares. Mas acredito que eu vou focar mais realmente no Instagram.

Para quem estiver pensando “nossa, mas dá uma luz Thiara”, se vocês quiserem também conhecer um pouco mais da ferramenta, enfim, eu acredito que eu vou focar no Instagram, a princípio. Não sei. É isso aí.

DANIEL: Legal. E o Pinterest, alguma ideia? Agorapulse usa o Pinterest, não?

THIARA: Nós usamos. No caso, no conteúdo inglês, eles usam bastante. Na verdade, a minha diretora de conteúdo, ela usa.

Eu tenho um pessoal, eu não tenho de trabalho. Porém, o meu pessoal eu divulgo também, eu compartilho alguns conteúdos do blog, do nosso blog, mas não temos nenhuma sincronização com o Pinterest.

Nós temos uma parte na Agorapulse – para quem não conhece -, de sugerir funcionalidades, então tem muito usuário, muito cliente nosso que sugere coisas diferentes. Como eu falei, WhatsApp às vezes as pessoas perguntam, enfim.

O que podemos fazer? Podemos aceita a sugestão e colocar em uma lista de espera, digamos assim. E o Pinterest está nessa lista, o Youtube está nessa lista, como eu te falei. E eu sei que o Youtube vai sair como grupos no Facebook, mas o Pinterest não sei, depende muito da demanda dos usuários, de quão necessário seria, digamos assim.

DANIEL: Perfeito. Legal, maravilha. A ferramenta já é muito completa, já tem bastante coisa, então todas essas funcionalidades são adicionais, o fundamento já está lá com certeza.

Thiara, então nossa nós vamos com e-book, vamos falar sobre, obviamente, mídias sociais, vamos falar sobre conheça o seu público, mensurando e ampliando o seu público com as mídias sociais, acompanhando leeds nas redes sociais.

Você gostaria de comentar um pouco sobre o e-book para o pessoal? O que que vai ter lá dentro.

THIARA: Nossa parte, a parte da Agorapulse, como eu falei, também esse e-book, assim como no blog, não foi um conteúdo produzido por mim, foi um conteúdo produzido por uma blogger que nós temos, americana, e eu adaptei, eu vi, eu busquei exemplos em português.

A nossa parte fala do ROI, o retorno sobre o investimento. E esse e-book foi o primeiro que eu traduzi, já tem acredito que um ano, e o Daniel veio com essa ideia de agregarmos valor, ele acrescentou mais conteúdo como ele falou, e vamos distribuir gratuitamente para vocês. Acredito que gratuitamente. Estou certa?

DANIEL: Sim. Com certeza.

THIARA: E também é uma forma, uma estratégia de, tanto passarmos conhecimento para vocês, tanto conhecer um pouco de vocês, o que vocês realmente precisam, o que vocês estão buscando.

E se isso servir como sugestão, vocês podem também nos enviar um e-mail, para o Daniel, ou até comentar em alguma postagem dele, – porque acredito que em page não vai ser possível -, quais tema que vocês precisam, que vocês buscam.

Eu acredito que e-book, – também foi uma coisa que eu aprendi lá no Canadá -, é algo que nós não podemos deixar de fazer porque, nossa, nós estamos falando de conteúdo, fazemos blog, por que não um e-book? Eu não sou adepta de e-book gigante, gigante mesmo e que repete. Portanto, esse e-book, realmente, nós conseguimos concentrar essa parte do ROI, concentrar os dados mais importantes e com exemplos, com imagens que eu utilizei em português justamente para vocês entenderem o passo a passo, os objetivos, por que investir, o retorno, enfim. Eu acredito que está bacana para ler, não está uma leitura chata.

E quanto ao futuro, eu acredito que podemos fazer também, não sei, de seis em seis meses, não sei da demanda, vai depender também de vocês, da necessidade que vermos a partir dos leitores do Daniel, do Vitamina Publicitária.

DANIEL: Com certeza, Thiara, com certeza. Nós não podemos prometer data, mas em breve o e-book está no ar aí, disponibilizado, vamos soltar o e-mail.

E Thiara, para encerrarmos, eu vou perguntar qual que é a principal coisa que você faz que você sente que mais contribuiu para o seu sucesso.

E eu vou chutar aqui. Você comentou que tem muita cara de pau, vai lá e vai atrás das coisas mesmo, eu acredito – não sei se é a principal -, mas essa com certeza contribuiu muito para sua escalada, para o seu sucesso. E o que que você elegeria aí como as principais coisas que você faz para as coisas acontecerem para você?

THIARA: Sim, sim, com certeza. Eu acredito que ir para o Canadá abriu muito a minha mente, abriu portas, como comentamos aqui.

Na verdade, o meu objetivo era ir, aprender inglês, voltar, trabalhar numa agência de Publicidade, meu objetivo era esse, fazer uma pós-graduação.

Eu hoje, nossa, mudei muito todo meu pensamento. Eu acabei não fazendo uma pós-graduação, porque particularmente eu falo que a minha pós-graduação foram esses dois anos no Canadá, eu aprendi muito porque o canadense, enfim – eu não posso falar por americano, eu não conheci -, eles são muito competentes, eles são muito focados no trabalho, eles estão pensando sempre no futuro. E por eu amar o marketing digital, e o atendimento como eu falei para vocês, eu pensava “nossa, vou voltar para o Brasil, vou esquecer do inglês porque lá em Salvador, principalmente, não vou conseguir utilizar o inglês que eu estou usando aqui.”

Eu voltei sem expectativa nenhuma realmente, de trabalhar numa startup na verdade, e utilizar o inglês também. Só que a partir do momento que eu conversei com a Emília, que ela me deu essa oportunidade de começar a traduzir avulso, digamos, como freelancer pra Agorapulse, eu falei “nossa, essa é a minha oportunidade porque se eles precisam de mim para traduzir o site deles, por que não fazer o atendimento e o suporte já que eu tenho essa experiência?”. Eu falei “nossa, o máximo que eu vou receber é um não”. E mandei o meu currículo e deu certo, estou aqui vai fazer dois anos.

E, como eu falei eu não me vejo, realmente, trabalhando em uma outra função, uma outra área, digamos assim. Eu gosto muito de viajar como falei para você, eu tenho um blog pessoal de viagem, mas assim, não sairia dessa parte de conteúdo, de blog, de marketing, não sairia.

E eu acho que você falou, eu acredito que seja isso mesmo a certeza de que o não nós já temos, mas buscar o sim. É muito fácil falar isso, mas para mim que sou muito tímida, foi um avanço realmente, eu ter essa cara de pau de me oferecer, oferecer para um cargo que não existia.

E eles estão muito felizes, vai sair um blog novo, infelizmente vai estar só em inglês, não sei se eu vou traduzir, o meu próprio chefe, o CEO da empresa, falando desde 2014 até hoje, com a minha contratação o que que mudou na empresa.

Não sei se é interessante para vocês ouvirem, mas enfim, vou finalizar e não quero soar me gabando. Mas desde que eu comecei a trabalhar para eles, que vai fazer dois anos, as vendas aumentaram, o gráfico quando a gente olha aumentou 100%. Ele percebeu e eu percebi o meu valor, a importância realmente de termos esse suporte brasileiro.

DANIEL: Com certeza.

THIARA: Isso é uma conquista, uma realização pessoal minha. Como eu iniciei essa entrevista, infelizmente eu não consigo conquistar o público em Portugal, porque temos essa resistência da diferença do português, mas também estou buscando parcerias, enfim.

É uma conquista pessoal minha e, mais importante para mim, são essas entrevistas, essas pequenas entrevistas que fazemos em parceria, guest post, esse podcast, para mim é muito importante. Não só pra Agorapulse, ter essa visibilidade pra Agorapulse, mas para mim também, eu fico feliz que eu possa estar conseguindo, talvez, inspirar alguém ou ajudar alguém. Isso para mim é muito bacana. Estar tendo essa entrevista com o Daniel também, eu nunca imaginei. Dois anos atrás eu via só no blog, enfim. É muito gratificante para mim.

Vou agradecer mais uma vez pelo espaço e obrigada vocês que estão escutando quase uma hora de conversa, eu espero que tenha sido também interessante para vocês.

DANIEL: Tenho certeza que sim, Thiara. Parabéns pelo trabalho, parabéns pelos resultados. É uma honra entrevistar você, agrega muito valor para nossa audiência, leitor, ouvinte, enfim.

E como você comentou, aprender inglês, falar inglês é fundamental, se você não tivesse inglês não teria conseguido essa oportunidade. Fica aqui o aviso.

Nós nos conhecemos acho que, inclusive, também um pouco de contato, foi quando fizeram aquela matéria comigo na Copyblogger que você comentou na matéria e nós começamos a nos seguir em rede social e tal.

THIARA: Engraçado, foi a minha assistente de marketing. Ela é americana como eu falei, ela que me enviou essa sua entrevista, esse link no Twitter, não sei como é que ela achou, ela entende um pouco de português, ela falou “olha, que bacana”, eu acho que estava até em inglês, não é? Estava em inglês.

DANIEL: Está em inglês, está em inglês.

THIARA: Ela falou “nossa, olha que bacana, o Daniel do Brasil, você conhece ele?” Eu falei “nossa, conheço, já ouvi falar”, enfim. Foi ela o gancho, nosso primeiro contato realmente foi através dessa entrevista que você publicou também no Twitter.

DANIEL: Que legal. Você vê, exatamente, se você não tivesse o inglês, nada disso teria se desenrolado. Fica aí essa lição também para todo mundo.

E, por exemplo, eu com meu inglês, eu devoro todo o conteúdo da Copyblogger já há muitos anos e de toda (inint 00:52:52) Digital que tem agregado para mim um valor assim, inestimável, esses caras realmente mudaram a minha vida, por vários sentidos. Não só por tecnologia ou software que eles fornecem hoje em dia, mas eu trocaria, eu gosto de falar que eu trocaria minha faculdade, – com respeito a faculdade e aos professores -, mas eu trocaria o meu diploma por todo conhecimento que eu recebi da Copyblogger porque não é só o conhecimento, mas é a forma de fazer que é muito importante. A gente vive em uma época que acho que as coisas estão mudando de… os fins justificam os meios, mas não pode mais ser tanto assim, negócio, business, marketing, comunicação, e a Copyblogger coloca isso de uma forma muito bacana.

Se não fosse o inglês não teria como eu aprender isso, não teria como você ter tido essas oportunidades, esse episódio poderia ser patrocinado por alguma escola de inglês, olha que interessante, fica aí a dica.

Muito interessante Thiara, muito obrigado pela sua participação, pela sua entrevista. Eu tenho certeza que as pessoas vão aprender bastante.

Vou deixar os seus contatos aqui nas notas do show. E falamos em breve. Continuamos aí com a nossa parceria e espero poder entrevistar você aí em um breve futuro novamente.

THIARA: Sim, com muitas novidades.

E é isso aí, quando as pessoas precisarem de um desconto, como você mencionou no início, pode procurar meu e-mail e, a partir daí nós conversamos.

E é isso, muito obrigada e até a próxima.

DANIEL: Maravilha. Você que nos ouviu hoje, muito obrigado pela audiência. Envie as suas considerações, as suas dúvidas tanto para mim quanto pra Thiara também.

Thiara, aonde que as pessoas podem achar você? E-mail e redes sociais?

THIARA: Isso. Meu e-mail nós vamos deixar aqui, o e-mail da Agorapulse. No blog da Agorapulse eu deixo no final, na assinatura tanto meu LinkedIn, o Twitter e o Facebook também, eu não me incomodo se as pessoas entrarem em contato por lá, eu posso demorar um pouco de responder, mas eu respondo todo mundo. E se vocês preferirem, eu posso deixar também os contatos aqui com o Daniel e ele escrever no final na página também.

DANIEL: Com certeza, vamos deixar sim. Mas só para quem está ouvindo, o seu e-mail é [email protected]?

THIARA: Isso, [email protected] Às vezes as pessoas têm dificuldade de entender, mas é “agora” mesmo, em português, pulse.com.br. E no Facebook ou qualquer outra rede social se você digitar no Google “Thiara com TH” não vai ser difícil de encontrar. O segundo sobrenome é meio difícil Deusdedith, mas vai estar nessa entrevista, você pode buscar lá e eu vou estar feliz de ver que vocês ouviram esse podcast e me acharam por conta do Daniel, por conta desse podcast.

DANIEL: Perfeito, Thiara. Muito obrigado, muito obrigado por tudo. E falamos em breve.

THIARA: Valeu, valeu. Tchau, tchau.

DANIEL: Tchau, tchau.

Por Daniel Zollinger Chohfi

Daniel Zollinger Chohfi é empresário, publicitário, e ajuda empreendedores a construírem seus negócios com a internet.

Há mais de 15 anos no mercado, já foi dono de agências de marketing digital no Brasil, morou nos EUA, e é editor-chefe do Vitamina Publicitária, eleito como um dos melhores blogs de marketing pela Hubspot. Recentemente foi destaque na Copyblogger, considerada a bíblia do marketing de conteúdo pela VentureBeat.

Uma resposta em “MNM 22: Futuro das Mídias Sociais – Entrevista com Thiara Deusdedith”

Comente: