Categorias
Blog Variedades

O BRASIL NUNCA SERÁ HEXA: política e futebol.

Porque se eu tivesse intitulado ‘A política do Brasil tem que melhorar’ ninguém ia ler, e esse é o problema, se o brasileiro se interessasse por política tanto quanto se interessa por futebol, participasse e vibrasse da mesma forma com que comparece aos estádios, não seriamos os melhores do mundo apenas no futebol.

É corinthiano, santista, palmeirense, flamenguista que esquece de ser brasileiro,
Porque ser brasileiro não é só ser natural do Brasil, ser brasileiro é cobrar do presidente como se cobra o técnico da seleção, cobrar o juiz de direito do mesmo modo que se cobra o juiz do gramado, torcer pelos governadores, prefeitos e vereadores da mesma maneira com que se torce pelo time, porque quando eles entram em campo é pra representar toda a nação.

Lembrar dos feitos políticos como se lembra dos 2 gols feitos pelo REI Pelé em 04/05/1958, Brasil 5 x 1 Paraguai.
Porque o dia em que o Brasil for politizado, como é futebolizado, eleição vai ser tão importante quando copa do mundo.

 


Luana Kobayashi, brasileira e corinthiana.

Ilustração: Juliana Araripe.

Por Luana Kobayashi

Luana Kobayashi, estudante de Publicidade, se completa em suas paixões sensoriais através do amor desenvolvido pela arte.

7 respostas em “O BRASIL NUNCA SERÁ HEXA: política e futebol.”

Comente: