Categorias
Blog Social Media

Por que as pessoas seguem marcas?

Hoje em dia é cada vez mais comum seguir uma marca famosa nas redes, principalmente no Facebook e no Twitter. E cada vez mais essa tendência cresce, sendo possível até seguir as marcas em redes mais específicas, como o Pinterest, uma rede social voltada para o compartilhamento de fotos com temas seletos. Há algum tempo atrás isso era totalmente estranho, visto que as redes focavam apenas no lado pessoal das pessoas, o básico mesmo. Havia o Orkut com suas comunidades, representando o desejo das pessoas por grupos e gostos em comum. Mas não era possível “seguir” publicações das grandes empresas por lá.

Isso surgiu assim do nada e, acreditem, foi uma santa revolução na internet. Pensem bem: uma empresa é agora capaz de se comunicar com seu cliente muito mais facilmente; ela posta e o assinante recebe a mensagem, simples assim. E isso facilita muito as coisas. Ou não. Vendo por outro lado, agora os clientes são muito mais exigentes com tanta facilidade de contato. Eles podem perfeitamente comentar alguma crítica negativa e insistir na solução de todos os seus problemas. Enfim, o cliente ficar no seu pé nunca foi novidade. Então só nos resta aproveitar as boas notícias, não é mesmo?

Seguir uma marca hoje em dia já faz parte do nosso cotidiano. Assim como vemos propaganda na TV e nas ruas e não nos incomodamos mais, já estamos nos acostumando também com essa aproximação das marcas na nossa própria rotina. Afinal, aposto que hoje você já acessou alguma rede social para conferir as atualizações em algum momento do seu dia e provavelmente acabou vendo uma saudação calorosa de uma marca qualquer que você curte. E você nem se deu conta disso, pelo contrário, achou até legal e curtiu o post, pois era algo bonitinho, engraçado ou até mesmo um assunto do seu interesse. Pois é, as coisas agora funcionam assim.

Promoções e ofertas são um dos principais motivos para alguém seguir uma marca. E não é por mal, as empresas sabem muito bem que todo mundo adora um desconto, um brinde, um sorteio. Só que agora é muito mais fácil criar e participar dessas coisas. Sempre haverá a necessidade de comprar e vender, mas graças a toda essa inovação as coisas ficam muito mais simples e, na minha humilde opinião, mais humanas também. Afinal não tem mais ninguém berrando no seu ouvido para que você compre isso ou aquilo. E sim uma marca tentando te conquistar com algo que você goste. Não vejo mais limitações como “comprador” e “vendedor”, e sim uma ligação direta de pessoas, empresas e coisas em comum.

Finalizo com um pequeno infográfico muito interessante que aponta as principais pelas quais as pessoas seguem marcas:


Fonte do infográfico: http://blog.socialcontent.com.br/infografico-por-que-as-pessoas-seguem-marcas/

Comente: