Categorias
Blog Variedades

Quem manda na internet?

Você já parou para pensar alguma vez sobre como a internet é controlada? Para onde vão todos os nossos dados, quem gerencia tudo isso? A resposta é ICANN – Internet Corporation for Assigned Names and Numbers, órgão mundial responsável por estabelecer regras do uso da Internet.

E quem controla o ICAAN? Os EUA, claro! O ICANN surgiu em 1998 para, entre outras atividades, cuidar da distribuição de números de IPs, identificar protocolos e controlar o sistema de nomes de domínios. Funções essas que antes eram feitas diretamente por um órgão do sistema americano. Apesar disso, o ICAAN ainda é ligado ao Sistema de Comércio Norte Americano.

Há também o Echelon, um sistema de monitoramento de comunicações operado pelos órgãos de inteligência dos EUA, Reino Unido, Nova Zelândia e Austrália. É a polícia da internet que rastreia mensagens que representem ameaças aos interesses desses países à segurança mundial.

Por outro lado, temos o W3C (World Wide Web Consortium), uma organização cuja função é coordenar e promover novos padrões de desenvolvimento e interpretação de conteúdos na web. E adivinha onde fica a sede do W3C? Sim, EUA.

Agora vamos imaginar que numa situação extrema, como uma guerra, por exemplo, os EUA que detém todo esse comando da web simplesmente resolva puxar a tomada? Seria o caos, não seria?

Há quem vá na contramão disso tudo. Na China quem controla de fato a internet é o governo, que tem explicitamente uma ferramenta de censura para controlar o que a população pode o não acessar, o The Great Firewall Of China (em referência a grande muralha). O que é melhor, o controle velado dos EUA ou uma censura explicita do governo?

Se por alguma razão os EUA bloqueassem o acesso do resto do mundo, não seria o fim. A web nos ensina a cada vez mais colaborativos, adaptáveis, e possivelmente novas webs surgiriam, novas formas de se fazer. Ou você acha que tudo isso é teoria da conspiração demais por hoje?

Comente: