Categorias
Blog Variedades

As Redes Sociais e o Eleitor

Ano de eleições municipais e o marketing político digital que se iniciou em 2010 – no Brasil – timidamente nas redes sociais, neste ano deve ganhar forças e chegar com ‘todo gás’, sendo um grande aliado aos candidatos em suas campanhas eleitorais.

Sobretudo, caso o conteúdo digital não seja bem gerenciado, o que deveria ser um auxílio se transforma em um grande problema, pois o eleitor digital terá força e voz que antes não possuía. Qualquer deslize poderá ser apontado por ele – ali mesmo no ambiente digital – quase que instantaneamente.

Assim como a primeira impressão é a que fica, na web não é diferente. Os eleitores avaliarão seus candidatos pelas primeiras informações que encontrarem na rede, pela qualidade de suas propostas e interatividade com a comunidade ao decorrer da campanha.

É necessário que os candidatos estejam bem assessorados, para que se faça uso correto das ferramentas de marketing digital, planejamento e estratégias e, não cometa deslizes se aventurando em um terreno que é novo até mesmo para os profissionais especialistas digitais.

Os políticos e suas assessorias tem vários exemplos para se espelhar. Em um estudo desenvolvido pela Burson-Marsteller em parceria com o Klout, identificou os 10 perfis políticos mais influentes do Brasil. Grandes personalidades como a presidente Dilma Rousseff, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, além de Cristovam Buarque, Soninha e José Serra figuram na lista. Jornalistas como Miriam Leitão, Ricardo Noblat e Luis Nassif também estão entre o seleto grupo. Confira mais dados da pesquisa no infográfico abaixo:

Fonte: http://www.a2comunicacao.com.br/os-10-perfis-politicos-brasileiros-mais-influentes-do-twitter

Comente: