Categorias
Blog Social Media

Redes sociais que você nunca ouviu falar (mas que estão bombando)

As redes sociais estão em baixa? Uma pesquisa recente feita pelo banco de investimentos PiperJaffray aponta que os adolescentes estão abandonando sites como Facebook, Twitter e Flickr. De 2012 para 2013, o interesse deles caiu de 35%, o que já era baixo, para apenas 25%.

Em contrapartida, existem cada vez mais novas redes sociais surgindo e dando muito certo. Um exemplo disso é o Grouper, fundado pelo americano Michael Wax­man, de 26 anos. Criado em 2011, funciona como uma rede para marcar happy hour entre pessoas com interesses em comum. Diferente de sites de paquera, onde as pessoas se conhecem e conversam virtualmente, para só depois marcar um encontro, no Grouper o primeiro encontro presencial é obrigatório entre seus participantes e acontece logo de cara. A ideia foi muito bem aceita nos EUA, e só no ano passado a rede faturou mais de 2 milhões de dólares.

grouper

Mas no Brasil também tem rede social nova dando muito certo, o Mirtesnet. O site é uma mistura de Facebook e Orkut, criado pelo ex-publicitário Carlos Henrique do Nascimento, do Distrito Federal. Com medo dos perigos que seu filho de 8 anos poderia correr no Facebook, Carlos propôs a ele criarem sua própria rede, que batizou com uma homenagem a sua esposa Mirtes. Mais e mais usuários foram aderindo, e, segundo ele, o Mirtesnet conquistou um milhão de usuários e apenas 3 meses!

mirtesnet

Acredito que assim como muitos falaram sobre o fim do rádio, o fim da TV e o fim dos livros, agora começa esse discurso sobre a o fim das redes sociais. Os jovens não estão abandonando as redes sociais, estão migrando para outras, mais focadas em troca de mensagens, como Snapchat e Kik.

Mais ou menos populares, centradas em perfis ou não, as redes sociais são fato e vieram para ficar, pois já afetaram totalmente nossa maneira de nos relacionar. E pelo visto, muita gente ainda vai ganhar dinheiro com isso.

2 respostas em “Redes sociais que você nunca ouviu falar (mas que estão bombando)”

Comente: