Categorias
Blog Variedades

STORYTELLING TRANSMEDIA – DE QUEM É O SUTIÃ ENCARDIDO?

Segundo o publicitário e co-fundador da The Alchemists, Maurício Mota, storytelling transmedia é a capacidade de distribuir uma história central em diversas plataformas, ou seja, é a arte de fazer narrativas em locais distintos.

Storytelling: “Era uma vez…” quando você ouve isso, já sabe que está a caminho uma história com um desfecho inesperado. Contar história é uma coisa que existe da molti anni fa, bebê!

Storytelling transmedia: contar uma boa história já não é fácil, o que dirá contá-la através de plataformas diferentes? Pois é, nada é tão simples quanto parece.

Quando comecei a explorar sobre o tema, descobri que a obra “As mil e uma noites” foi o primeiro caso registrado de transmídia, você sabia? Isso mesmo, as narrativas de Sherazade foram pioneiras nesta área do conhecimento. Quando soube disso, adivinha o que fiz? Exato, comprei o livro e devorei cada página! (calma, ele está inteiro) Fiquei encantado por todos os contos feitos pela bela sultana da Índia, simplesmente incrível! (Para quem deseja saber mais sobre o assunto, recomendo a leitura deste clássico da literatura árabe) É importante observar os hiperlinks existentes em cada história, afinal, essa é a essência da narrativa transmídia.

Antes de continuarmos, veja a apresentação abaixo que fala um pouco sobre o futuro da comunicação, de acordo com a visão de especialistas da área TMST.

Jeff Gomes, responsável pelo conteúdo transmedia de filmes como ‘Avatar‘ e ‘Piratas no Caribe’, falando sobre o assunto:

Agora vamos passar para a prática, ok?

Conhece o filme Matrix? Pois é, os produtores utilizaram do recurso transmídia para envolver o consumidor em sua narrativa, criando assim produtos secundários com o objetivo de estender a história em diversas outras plataformas, porém, segundo especialistas, o maior erro deles foi querer que todos acompanhassem tudo em todos canais! Assim não dá!

Um case de sucesso foi o Star Wars, que dispensa apresentações. Conseguiram distribuir muito bem a narrativa e, além disso, ultrapassou gerações. Inacreditável o poder de uma boa história!

Saindo um pouco do universo cinematográfico, vamos falar de publicidade. Estamos com um case que promete ser bastante polêmico: De que é o sutiã encardido? Ace, marca de sabão, promete, juntamente com a agência responsável pela conta, Leo Burnett Tailor Made, aproximar o consumidor da marca fazendo com que ele acompanhe o desenrolar de uma mini-novela onde existem 5 personagens suspeitas de serem donas do tal sutiã encardido. É possível interagir através de plataformas online com a narrativa, votando na personagem que você acha suspeita.

O TMST é um recurso que, se bem empregado, pode trazer um retorno interessante para sua marca, mas para isso é necessário uma boa bagagem, portanto, vá até a biblioteca mais próxima da sua casa e navegue através das narrativas! Boa leitura!

Repórter convidado

Kaique Oliveira

Estudante de comunicação, certificado em gestão avançada de mídias sociais. Fazestágio na área de planejamento e comunicação digital no Grupo T&G de comunicação. Blogueiro há 1 ano e já participou de um dos maiores encontros de geradores de conteúdo do Vale do Paraíba, o RadarVale – evento promovido pelo jornalista Armindo Ferreira. Comanda a coluna sobre tendências da web do jornal Nossa Jacareí. Aprendiz de humorista que gasta algumas horas do dia para escrever boas piadas sobre o cotidiano.

Gostou deste artigo? Então torne-se fã do Blog no Facebook!

Comente: