Categorias
Blog Digital

Como Criar um Curso Online como Criativo Freelancer

Como designer freelancer, você normalmente troca seu tempo por dinheiro.

Mas e depois? Aprenda a criar um curso online diferenciado como criativo freelancer e leve seu negócio para o próximo nível com o marketing digital.

Jornada do Sucesso

  1. Por que devo criar um curso online?
  2. Como criar um curso online
  3. Como atrair clientes para um curso online
  4. Como vender um curso online
  5. Peça ajuda e tenha mentores

Por que devo criar um curso online?

Criar um curso online é um negócio lucrativo.

Alcance pessoas de qualquer lugar do mundo, venda 24 horas por dia 365 dias por ano e faça como pessoas normais que acharam seu caminho ao viver de curso.

As pessoas focam cada vez mais na internet e buscam conhecimento para desenvolver habilidades que podem dar a elas a chance de ter uma formação específica. Muitas vezes os conteúdos não estão disponíveis nem em faculdades, seja no Brasil ou fora do país.

E isso significa que você deve vender seu conhecimento para para de trocar seu tempo por dinheiro e escalar seu negócio como designer freelancer ou criativo empreendedorTransmita o seu conhecimento para pessoas que querem aprender a fazer o que você faz com uma mão nas costas.

A tendência é que você dê um passo adiante na sua jornada assim que estiver preparado. E nada mais natural que ensinar o que sabe fazer para outras pessoas que desejam seguir esse mesmo caminho. Chegou a hora de criar o seu próprio curso digital e usar a internet para atrair, vender e fidelizar seus novos clientes. Vamos lá?

De acordo com o Digital Commerce Institute e suas fontes, a venda de eBooks ultrapassou $9 bilhões (de dólares) em 2015 e a educação on-line é uma indústria de $21.3 bilhões ao ano nos Estados Unidos.

Essa é uma das melhores formas de escalar seus resultados e ganhos na web. A venda de cursos está mais do que em alta, e alguns fatores explicam o fenômeno:

  • Avanço das tecnologias;
  • Facilidade de acesso à internet;
  • Crescente procura por ensino à distância;
  • Busca por cursos de nichos específicos.

Ainda existem pessoas que não confiam ou não entendem como é possível estudar sozinho através da tela de um computador ou até de um Smartphone. Mas esse número diminui à medida que mais pessoas divulgam os benefícios de criar um curso online e vivem a vida dos sonhos como um nômade digital.

Por isso criamos esse artigo pensando em você que deseja ir para o próximo nível na jornada do designer freelancer e está disposto a encarar o desafio de mudar o rumo do seu negócio ao criar um curso online.

Veja como dar os primeiros passos, os principais motivos e como se destacar além do seu portfólio de designer freelancer ou portfólio de social media.

É mais fácil e simples que outros modelos de cursos

Pela internet, a maioria dos processos são mais fáceis e simples porque contam com tecnologia. E criar um curso online traz uma série de vantagens para os alunos se compararmos a um curso presencial:

  • Não precisa fazer nenhum deslocamento. Com o trânsito que passamos nas grandes cidades, só isso já seria suficiente;
  • Pode ser feito de qualquer lugar;
  • Pode acessar a qualquer hora;
  • Pode fazer o curso de qualquer dispositivo conectado à internet;
  • É possível ver quantas vezes quiser;
  • Fica disponível por quanto tempo você quiser;
  • A interatividade digital pode ir além de uma sala de aula;
  • Pode tirar dúvidas sempre que precisar;
  • Pode usar o conhecimento acumulado com as dúvidas de outros alunos;

Os benefícios para o designer freelancer ou empreendedor criativo criar seu curso online são inúmeros, como desde escalar o suporte, usar o conhecimento deste suporte como base para criar novos cursos e aproveitar as vantagens que beneficiam os alunos e professores ao mesmo tempo. Se é bom para o aluno, normalmente é bom para o professor também.

Ao criar um curso online você pode alcançar um número ilimitado de alunos. Com um curso comum presencial, é preciso arcar com várias despesas como transporte, aluguel do local, e várias dificuldades para os alunos, já que aquele curso só pode ser visto uma única vez.

No presencial, se você quiser produzir o curso mais de uma vez, vai ser preciso falar tudo de novo na vez seguinte, e vai ficando massante e desestimulante até para quem repassa aquele mesmo conhecimento todas as vezes.

Na web, você só vai precisar gravar as aulas e produzir os materiais uma única vez. Tudo vai ficar disponível por quanto tempo você quiser, e claro, você também pode fazer aulas ao vivo com os alunos para tirar dúvidas como webinars e/ou lives em um grupo no Facebook ou Hangout, por exemplo.

Você pode inclusive vender seu curso próprio várias vezes para várias turmas diferentes.

Como criar um curso online

Pesquise o mercado

É um ótimo sinal se existirem outros cursos similares com o que você quer criar. Isso valida o mercado e mostra que existem alunos potenciais.

“Não há nada de novo debaixo do sol”. – Salomão

Pesquise antes de iniciar, e se puder criar um curso diferente, pode ser melhor do que apenas um “curso melhor”.

Mas mesmo que você queira ensinar um assunto mais malhado do que português para brasileiros, você é o diferencial. A forma como você ensina é o que vai diferenciar o seu curso, e não há nada de novo, apenas a forma como colocamos as coisas e apresentamos velhas ideias de formas novas.

Por isso não se desanime se você achou muitos cursos parecidos com o seu. Busque um posicionamento diferente que coloque você como a única solução para o seu cliente ideal.

Se o seu curso é totalmente diferenciado, tenha certeza que criar o seu curso de uma forma iterativa e incremental ao invés de criar um curso extenso com a possibilidade de não haver pessoas interessadas nele. Chamamos isso também de um lançamento semente, neste caso, um curso semente ?

Como produzir um curso online

Mas como realmente colocar em prática e criar um curso diferenciado? Vamos lá!

1. Use a sua experiência para criar seu curso online ideal

O 1º passo para dar o pontapé inicial no seu projeto de criação do próprio curso online é identificar na sua história de vida o que você já superou para chegar onde está hoje. Isso é importante porque é usando a sua história que as pessoas vão se identificar e ficar realmente interessadas em comprar o seu curso.

Que experiência você conquistou através do tempo que passou como freelancer? O que pode ensinar para que outras pessoas possam também superar as barreiras que enfrentou? Essas são perguntas importantes para responder com a intenção de criar o caminho para onde o seu curso vai se encaminhar.

Mesmo que você já tenha passado por uma jornada incrível e tenha muito para ensinar, às vezes parece que isso não é suficiente. Todos temos diferenciais e ninguém é igual a ninguém. Transmita a sua mensagem, e pode ter certeza que você vai ajudar outras pessoas se fizer seu trabalho com paixão e profissionalismo.

2. Defina o assunto

Definir sobre o que você vai falar é o 2º passo no momento de pensar na criação do seu curso. Lembre-se que o assunto é diferente do tema. O tema geralmente é algo mais amplo, mais global. Já o assunto é uma fração do tema, algo mais específico, que vai atrair um nicho mais específico de pessoas.

Com o assunto definido, crie tópicos que aparecerão na ementa e no sumário do curso. Isso vai facilitar o seu trabalho quando pensar nas aulas e onde elas devem se encaixar na sequência do curso.

3. Saiba se existe público para esse curso

O próximo passo é avaliar as suas ideias até aqui para identificar se realmente existe um público interessado no que vai oferecer. Responda para si mesmo: alguém pagaria por esse curso? Qual o valor dele? Quais as mudanças que ele pode gerar em cada pessoa quando concluir o curso?

Você compraria o seu próprio curso?

Esse é um ponto interessante. Cuidado com a maldição do conhecimento, que significa que você está tão a frente do seu aluno, que não consegue se colocar no lugar dele para ensinar. Por este lado, com certeza você não compraria o seu curso se ele for para iniciantes, ou pode acabar produzindo um curso muito avançado, que vai confundir o seu aluno e consequentemente não trará resultados para ele.

Pense se você compraria o seu curso colocando-se no lugar do seu aluno, como um iniciante.

Faça uma pesquisa utilizando suas redes para identificar o perfil do público que pode se encaixar na sua proposta de curso. Passe adiante quando tiver validação de que sim, existe uma série de pessoas que podem enxergar no seu curso a chance de conquistar algo novo realmente importante. Lembre-se de precificar seu curso de uma forma inteligente, assim como você já precifica seu trabalho como designer freelancer.

4. Formate o curso

Como será o seu curso? Ele será todo em vídeoaulas? Terá ebooks disponibilizados para os alunos? PDF’s? Haverá tarefas para fazerem entre um tópico e outro? Toda essa formatação deve ser feita com calma e baseada no que você acha importante transmitir para os alunos.

Utilize slides, fóruns, artigos e materiais de apoio para passar o máximo de interação possível. Defina a quantidade de módulos, aulas, e deixe o tempo de duração de cada um bem visível para que cada aluno possa calcular facilmente o tempo que precisará ter disponível para assistir a cada um.

Por fim, deixe claro qual o modelo de avaliação final do curso. Esse processo é importante para que cada um possa ter a consciência de que realmente aprendeu e absorveu os conhecimentos que você passou ao longo do curso. Também é importante criar um certificado de conclusão para enviar a todos os aprovados. Com o passar do tempo, a tendência é que o seu certificado fique cada vez mais valorizado.

5. Calcule o investimento e o retorno

Com todos esses dados e informações que tem até aqui, você também consegue calcular o investimento que precisará fazer e o retorno que o curso precisa trazer para que seja realmente lucrativo.

Faça o levantamento de todos os custos, incluindo os valores a serem gastos nas plataformas para disponibilizar o curso, e de tudo que envolve essa produção. Crie metas para focar ainda mais nos resultados. Mantendo um controle contínuo, você nunca vai se perder em meio a outras responsabilidades do curso.

Ferramentas como a Conta Azul podem ajudar você a gerenciar os custos, e ferramentas como o Trello a se organizar.

6. Escolha a plataforma

studiopress-sites

Há alguns anos atrás, indicaríamos plataformas como o Joomla, Moodle ou o WordPress em conjunto com plugins para LMS (Learning management system, ou sistema de gestão de aprendizado).

Atualmente não é mais necessário investir altas quantias para ter um site e disponibilizar seus cursos online.

Existem diversas soluções, e normalmente indicamos o StudioPress SitesUdemy, nossos parceiros da Samba Tech, a Hotmart com o Hotmart Club ou outras plataformas para hospedar seu conteúdo e vender seus cursos. Nós usamos a Rainmaker Platform, mas na data em que este conteúdo foi publicado ela não está disponível para contratação.

Dessa forma você não precisa gerenciar toda a tecnologia envolvida e se preocupar com segurança, estabilidade e tudo que envolve um curso de alta qualidade.

Vale a pena conferir também como algumas empresas e instituições disponibilizam seus cursos, e para isso indicamos o artigo 10 Sites que Fornecem Gratuitamente Bons Cursos Online.

O Hotmart Club disponibiliza a hospedagem dos seus cursos.

A produção do curso online

Como produzir um curso online: a parte técnica

Acústica, iluminação, espaço de gravação, equipamentos… quando você começa, é um desafio produzir seu próprio curso online. Por isso, esse é um dos primeiros obstáculos para quem vai começar a gravar suas primeiras aulas.

Para entregar um bom curso hoje e para conquistar a credibilidade do público, é preciso ter qualidade de produção. A ideia é fazer a aula como se a pessoa estivesse assistindo você presencialmente. Mas sem o conhecimento mínimo dessa parte mais técnica, vai ser difícil alcançar esse resultado.

Estude, pesquise e entenda quais as ferramentas essenciais para fazer as gravações. Claro que nem todos podem arcar com custos elevados em equipamentos no início, mas observe o que é minimamente importante para conseguir ter qualidade em suas apresentações:

Áudio

Mais importante do que o vídeo, o áudio é fundamental. Não use o microfone do computador ou da sua câmera. Microfones de lapela podem ser achados no Mercado Livre, e já são melhores do que o áudio padrão.

Shure_MV-51_Digital_Large_Diaphragm_Condenser__Microphone_

A Shure tem uma linha muito bacana chamada MOTIV. Foi o primeiro microfone profissional que compramos no Vitamina, e muitos dos shows do Podcast Mídia, Não Marketing, foram gravados com o Motiv MV51. Na época do lançamento, pagamos $199 nos EUA, e apesar dele ter sido vendido por mais de R$2.000 no Brasil, a Shure fez uma promoção há pouco tempo em que ele saia por menos de R$1.000.

Parece que a promoção deu muito certo e ele está indisponível no momento, por isso vale a pena ficar ligado se ele sai novamente com este preço (dá pra se cadastrar na página), conferir outras opções como o Motiv MV5 ou achar um usado no ML. Sempre tome cuidado com o Mercado Livre, e opte por usar o Mercado Pago e Mercado Envios para se proteger.

email-marketing-curso

Hoje usamos um Shure SM7B, que já necessita de uma interface de áudio e outros detalhes técnicos para funcionar. No vídeo abaixo você pode conferir a diferença que faz na produção.

No começo, não se preocupe com isso. Seus alunos querem o seu conhecimento, e o erro mais comum é se preocupar com essa parte técnica demais ao invés do conteúdo.

Não caia nessa armadilha, e comece a publicar logo seu conteúdo. É isso que vai fazer a diferença: clicar no botão publicar e compartilhar o seu conteúdo com o mundo.

A qualidade da produção é importante e vai melhorando com o tempo, mas antes disso, você precisa ter a mentalidade de publicar e ir testando. Você vai ter anos para melhorar a produção.

Gravação da tela
camtasia

Você pode usar ferramentas como o Camtasia ou Screenflow. Você não precisa mostrar a cara para dar aula, e essa é outra vantagem bacana de cursos online.

Vídeo

Você pode usar até a câmera do seu celular para criar um curso de alta qualidade. O primeiro lançamento do Vitamina Publicitária foi feito com um iPhone 6. Veja se não ficou bacana:

Se você quiser ir além, uma câmera DLSR pode ajudar. Estamos usando uma Canon T7i, e a diferença é significativa:

Iluminação

Para vídeos, a iluminação é essencial. Lembre-se de usar a luz natural de uma janela, e se puder investir, é possível comprar softboxes bons e baratos. Se você tiver paciência, é possível até fazer um softbox:

Teleprompter

Um teleprompter pode ajudar se você não se sente confiante em falar para a câmera. Com ele, você escreve o conteúdo da sua aula e lê em frente a câmera. Na época de nosso primeiro lançamento, eu cheguei a fazer um teleprompter caseiro e nosso querido Bruno Ávila mostra uma técnica ninja super simples para você também ter o seu:

Você conferiu acima algumas dicas para produzir áudio, vídeo ou qualquer conteúdo multimídia que seu aluno precisar para ter resultado com seu curso.

Pense no resultado que seu aluno quer atingir, e não apenas no conteúdo da aula.

Crie um conteúdo que faça o aluno realizar ações, mais do que apenas aprender. Tente fazer como Seth Godin no AltMBA, e entenda que o modelo de educação tradicional está falido. Faça diferente para se destacar.

Construa autoridade

Passar credibilidade sobre aquilo que você vai falar para várias pessoas diferentes vai exigir um aspecto muito importante para sua imagem: autoridade.

Mostre que você sabe sobre o que está falando. Uma boa dica é falar sobre sua experiência e como chegou até aqui.

Mostre todo o conhecimento que o curso se propõe a passar ainda na parte de vendas, assim as pessoas ficarão mais interessadas com a certeza de que receberão algo realmente valioso vindo de você.

Comece de trás para frente, ou com o final em mente. Você pode começar diretamente da página de vendas do seu curso, e assim montar o curso com o cliente em mente. O que ele gostaria de comprar? O que ele precisa saber? E a partir daí você monta o curso.

Dentro do cenário digital, é a sua autoridade perante o público que vai trazer mais resultados. Ela é uma das armas mais poderosas para atrair clientes. Veja alguns pontos básicos que vão te ajudar a conquistar reconhecimento por parte dos interessados no seu curso:

  • Tenha uma base de conhecimento sólida;
  • Ofereça material gratuito de qualidade;
  • Mostre um diferencial em relação a sua concorrência;
  • Divulgue depoimentos que comprovam a sua qualidade;
  • Crie um design impactante.
Fale diretamente com a câmera

Se comunicar através de vídeos é uma habilidade essencial hoje em dia. Para passar a sensação de conversa “olho no olho” com o seu aluno, é preciso saber falar diretamente com a câmera.

Para quem nunca teve convívio com esse equipamento é preciso ficar ciente que existe um bom caminho de aprendizado antes de repassar seus conhecimentos através de um curso online.

A expectativa das pessoas que investem tempo e dinheiro nos cursos online é de que um vídeo vai explicar dezenas de coisas que centenas de linhas de texto talvez não fossem capaz de explicar. Por isso o vídeo se torna tão eficaz. É o caminho certo para você produzir um ótimo curso.

Como atrair clientes para um curso online

Produza conteúdo para atrair a sua audiência

Você já sabe que conteúdo é a alma do negócio. Por isso o seu blog, o seu conteúdo na internet é fundamental. Entenda seu cliente ideal e crie conteúdo que ajude ele e o leva em direção a seus produtos e serviços. Dessa forma você deve ser encontrado no Google para atrair seus clientes para seu curso online. Nossos webinars gratuitos ensinam como criar esse conteúdo.

Use as redes sociais

As redes sociais são incríveis para atrair visitantes para seu conteúdo. São esses visitantes que vão se inscrever na sua lista de e-mails de interessados e consequentemente comprar seus cursos quando você fizer seu lançamento.

Como vender um curso online

Por mais relevante que o seu conteúdo seja, se você não for capaz de vender, se não tiver uma boa quantidade de pessoas acessando sua página de vendas, os resultados não aparecerão.

Esse é realmente um ponto fundamental da sua estratégia e do seu planejamento, já que depois de ter tudo pronto, em uma plataforma digital, é preciso vender ele para as pessoas certas.

Veja alguns pontos essenciais que devem fazer parte do seu plano de venda do curso:

  • Plataforma para vender;
  • Meios de pagamento;
  • Lista de possíveis clientes;
  • Persona bem definida;
  • Estratégia de venda;
  • Poder de convencimento;
  • Maneira de gerar engajamento.

Utilize as mídias sociais para conseguir atrair mais pessoas para o seu curso. Hoje elas são as ferramentas mais usadas para alavancar novos negócios na internet. Faça as pessoas conhecerem, gostarem e confiarem em você.

“O êxito da vida não se mede pelo caminho que você conquistou, mas sim pelas dificuldades que superou no caminho” – Abraham Lincoln

Páginas de Captura

Crie uma landing page, também conhecida como página de captura para vender seu curso. Ferramentas como a Unbounce podem ajudar.

Use e-mail marketing

E-mail marketing vende 40 vezes mais do que o Facebook e Twitter juntos, segundo uma pesquisa da McKinsey & Company. Crie a sua lista de e-mail marketing e comece a juntar os e-mails dos interessados no seu curso. Para isso, adicione uma forma das pessoas interessadas no seu curso se inscreverem na lista de interesse após consumirem seu conteúdo gratuito.

Você pode, e deve, usar um ímã de leads, também conhecido como lead magnet ou ímã de clientes potenciais para trocar o e-mail das pessoas com você. Crie um eBook como lead magnet no Word e o exporte em .pdf. Cria uma capa profissional no Canva e pronto, eBook produzido!

Você pode usar ferramentas como o Mailchimp para isso.

Lance seu curso

Você precisa lançar. Use gatilhos mentais como escassez, urgência e autoridade, como falamos acima. Mais do que isso, quando o seu lançamento é arquitetado com mais técnicas como histórias, a efetividade do seu marketing como designer freelancer pode ir além.

Produtos como o Product Launch Formula, ou a Fórmula de Lançamento aqui no Brasil, podem realmente ajudar a fazer seu curso atingir as pessoas que merece.

Forneça uma garantia

A internet pode ser um lugar um tanto peculiar. É importante, além de toda a credibilidade transmitida antes da venda, disponibilizar uma garantia incondicional caso seu cliente queira um ressarcimento do curso. Essa prática não apenas ajuda a vender como retira do seu universo de alunos pessoas que não são o público-alvo ideal do seu curso. Dessa forma você também consegue verificar este perfil de pessoas e ajustas a sua persona.

Peça ajuda e tenha mentores

Se você já sabe os motivos que fazem a criação do seu próprio curso online ser o caminho certo, e também já sabe todos os desafios que terá pela frente, chegou o momento de identificar quais os pontos importantes para se preparar antes de começar de fato a produzir seu curso.

Peça ajuda

Você pode pedir ajuda para amigos e familiares conferirem suas aulas e darem seus feedbacks. Lembre-se que normalmente eles não os seus alunos ideais, por isso às vezes suas recomendações não precisam serem levadas ao pé da letra, mas é sempre bom ouvir críticas construtivas.

Hoje existem diversas agências de lançamentos que também pode ajudar você. Elas recebem uma porcentagem do que vendem ou um valor definido, e dependendo de sua estratégia, podem ser uma boa ajuda.

Tenha um mentor no mercado de cursos digitais

Um mentor vai ajudar você a ter foco como designer freelancer. Mesmo que escolha fazer toda a parte operacional de produção sozinho, é preciso ter ajuda de pessoas que mostrem realmente o caminho das pedras. Por isso vamos indicar agora 2 mentores que vão passar um conhecimento poderoso e fundamental para você começar a criar seu próprio curso online.

Michael Oliveira

No seu site, Michael Oliveira procurar dar dicas práticas sobre tudo que você precisa saber sobre a parte audiovisual da produção de cursos para web. Desde as melhores opções de câmeras, microfones e iluminação, até a parte de edição de vídeo. Tudo que for relacionado à parte mais técnica, que é imprescindível para criar um curso de qualidade, você encontra com ele.

Hoje o Michael também possui 2 cursos disponíveis para ajudar quem quer criar o seu próprio:

Gravar com Celular

Com o curso “Gravar com Celular”, aprenda a fazer grandes gravações de vídeos mesmo sem ter um conjunto profissional de equipamentos. Esse curso é ideal para quem não pode fazer um grande investimento no começo e precisa encontrar alguma forma de realizar as gravações.

Vídeo Essencial

Já no curso Vídeo Essencial, você terá o aprendizado completo sobre como produzir seus vídeos igual a um profissional. Crie vídeos que realmente atraem clientes

Bruno Ávila

Com o seu site Viver de Curso, Bruno Ávila procura passar todos os conhecimentos necessários para qualquer um que segue a carreira criativa poder criar seus próprios cursos e viver disso. Logo na página inicial ele disponibiliza seu ebook gratuito Como ganhar Dinheiro com Cursos Online que vale muito a pena conferir.

Além disso ele disponibiliza o treinamento Viver de Curso e vale a pena conferir a série a websérie documentário “O Mercado Milionário dos Cursos Online“, onde mostra alguns exemplos de brasileiros que, sozinhos, faturam milhões produzindo e vendendo cursos online.

Bruno já tem mais de 10 anos de experiência no mercado de produção de cursos online (lançou o seu primeiro curso em 2005) e por isso é uma pessoa mais do que indicada para acompanhar e descobrir os segredos do sucesso na área que você está prestes a encarar.

Vitamina Publicitária

Falamos bastante sobre empreendedorismo digital para designers freelancers e criativos empreendedores por aqui. Inscreva-se gratuitamente e comece seus treinamentos gratuitos.

Chegando ao fim desse artigo, você certamente está mais preparado para encarar uma nova jornada rumo ao sucesso na web. Não é fácil, mas é um caminho que trará muito retorno. Não perca tempo e comece a produzir cursos de qualidade!

Se inscreva gratuitamente no Vitamina Publicitária para receber todos os nossos artigos que vão te ajudar a vencer e obter sucesso na sua carreira criativa.

Por Jonatan de Sousa Rodrigues

Estudante de Jornalismo, Redator Web Freelancer e Escritor de Ficção. Um profissional das palavras amante de Tecnologia, Internet e Marketing de Conteúdo. Sonho em viver da escrita criando grandes histórias. Saiba mais em euempaginas.wordpress.com

5 respostas em “Como Criar um Curso Online como Criativo Freelancer”

Comente: